/BLOGS

Arivaldo Maia

Category Archives: Copa do Mundo

Qatar inaugura terceiro estádio para a Copa do Mundo de 2022
   19 de junho de 2020   │     10:00  │  0

Education City, em Doha, é o terceiro estádio pronto para a Copa (Foto: Divulgação / Comitê Organizador Qatar 2022)© Fornecido por LANCE! – Education City, em Doha, é o terceiro estádio pronto para a Copa (Foto: Divulgação / Comitê Organizador Qatar 2022)
O Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Qatar, inaugurou oficialmente o terceiro estádio para o Mundial. O Education City, que fica na capital Doha, é o segundo a ser construído do zero a ficar pronto.O anúncio ocorreu em uma transmissão ao vivo pela internet e contou com uma homenagem aos profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente ao combate do novo coronavírus. Até o momento, o país registrou 76 mortes em um total de 80.876 casos positivos. 

– Hoje prestamos uma homenagem muito especial àqueles que sofreram, lutaram e ainda estão lutando contra a pandemia da COVID-19 e nos dando um exemplo notável de resiliência durante um momento tão difícil – disse Gianni Infantino, presidente da Fifa.

As obras do estádio estiveram em ritmo avançado no ano passado e o Education City seria um dos palcos do Mundial de Clubes vencido pelo Liverpool sobre o Flamengo em dezembro. No entanto, a poucos dias do início da competição, o Comitê Organizador vetou o palco.

Blog com LANCE

Catar concluiu mais um estádio para o Mundial de 2022
   9 de junho de 2020   │     19:00  │  0


O Catar anunciou a conclusão do terceiro estádio para a Copa 2022 (Foto Divulgação)

Com pouco menos de dois anos e meio para a partida de estreia, o Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022 já  anunciou a conclusão das obras de construção do terceiro dos oito estádios para o evento no Catar. O Education City está localizado na cidade de Al Rayyan, a oeste da capital Doha, e tem capacidade para 40 mil torcedores.

O término dos serviços na arena será comemorado no próximo dia 15 com uma programação para celebrar a contribuição dos operários durante a pandemia do novo coronavírus. As autoridades sanitárias do Catar informaram recentemente que cinco casos positivos da Covid-19 haviam sido registrados em três canteiros de obras de estádios da Copa do Mundo de 2022.

O Education City tinha uma previsão inicial de estar concluído em meados de dezembro de 2019 e seria utilizado pela primeira vez na semifinal do Mundial de Clubes da Fifa entre Liverpool e Monterrey, do México. Mas por conta do atraso no processo de certificação e da não realização de eventos-teste, a Fifa decidiu mudar o local da partida.

Satisfeito com o andamento das obras para a Copa do Mundo, o governo do Catar já havia promovido a reforma do estádio Internacional Khalifa, em 2017, e a inauguração do estádio Al Janoub, no ano passado. Outras cinco arenas ainda estão sendo construídas para a competição que será realizada entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro de 2022.

Blog com Jovem Pan

Catar promete Copa “acessível” para os torcedores
   25 de maio de 2020   │     0:05  │  0

A Copa do Mundo de 2022 no Catar será "acessível" financeiramente para os torcedores, de acordo com Hassan Al-Thawadi, chefe do comitê organizador© Mohamed el-Shahed – A Copa do Mundo de 2022 no Catar será “acessível” financeiramente para os torcedores, de acordo com Hassan Al-Thawadi, chefe do comitê organizador.
A Copa do Mundo de 2022 no Catar será “acessível” economicamente para os fãs, prometeu o presidente do comitê organizador, temendo que uma recessão após a pandemia de coronavírus impeça os torcedores de fazerem a viagem.”Sempre dissemos, desde o primeiro dia, que será uma competição acessível. Queremos que todos aqueles que desejarem possam vir à Copa do Mundo”, disse Hassan Al-Thawadi.

“Demonstramos durante o Mundial de Clubes (2019), ao receber torcedores de todos os clubes participantes, que a viagem foi acessível do ponto de vista de voos e acomodações”, acrescentou ele em uma videoconferência.

Os temores decorrem de uma recessão global provocada pela atual pandemia, que pode levar os fãs a desistirem de seus projetos de viajar para a Copa do Mundo no outono (do hemisfério norte) de 2022.

“Estamos entrando em recessão, não há dúvidas sobre as preocupações sobre a economia mundial e a capacidade dos fãs de pagar pela viagem”, continuou Hassan Al-Thawadi.

“O problema que temos hoje é saber como será a recuperação”, acrescentou.

Blog com AFP

Gays devem aceitar cultura do Qatar na Copa
   9 de janeiro de 2020   │     0:05  │  0

Hassan Al Thawadi, 41, parece estar pronto para qualquer pergunta. Secretário-geral do Comitê para Execução e Legado do Mundial de 2022, no Qatar, ele não espera nem um segundo para responder a cada questionamento.

Talvez isso aconteça porque ele já tenha ouvido essas perguntas mais de uma vez. As dúvidas sobre a próxima Copa do Mundo continuam as mesmas: direitos humanos, capacidade do país de sediar o megaevento, como a cultura muçulmana vai receber torcidas de 31 países (além da nação sede), como pessoas LGBT serão tratadas.

Advogado formado na Universidade de Sheffield, no Reino Unido, Al Thawadi é conselheiro do emir, o xeque Mohammed bin Hamad Al Thani, e responsável pelo órgão com orçamento de US$ 7 bilhões (R$ 28 bilhões) que terá de entregar oito estádios e dezenas de obras de infraestrutura pra viabilizar o torneio.

No dia 21 de dezembro, horas antes da final do Mundial de Clubes, entre Liverpool (ING) e Flamengo, em Doha, ele recebeu um grupo de sete jornalistas ocidentais.

TORCEDORES GAYS

Al Thawadi afirma que todos os visitantes, a não ser os violentos, serão bem recebidos no Qatar, mas espera que eles também entendam e aceitem os costumes do país.

“Nós trabalhamos muito duro para educar as pessoas sobre a nossa cultura, que é conservadora progressiva. Há uma lista de regras que não são exclusivas do Qatar e são adotadas por uma porção do globo. Nós pedimos aos visitantes que apreciem e respeitem a nossa cultura. Ao mesmo tempo, que aproveitem a hospitalidade que oferecemos. Nem todos partilham dos mesmos valores, temos diferentes estilos de vida e há riqueza nisso. A paixão pelo futebol pode mostrar que podemos nos respeitar, é isso o que pedimos”, afirmou.

“Exibições públicas de afeto, seja entre homem e mulher ou de outros casais, não fazem parte da nossa cultura, e pedimos que as pessoas respeitem isso. Não mostrem isso em público. Não estamos dizendo que não sejam elas mesmas. Mas é importante que tenham mente aberta, que aproveitem o diferente e não foquem o negativo.”

Para o secretário-geral, o torneio deve servir para acabar com estereótipos que as pessoas possam ter a respeito do mundo árabe.

“A Copa do Mundo não é exclusiva de uma região. É um evento de todos, global. E todos têm o desejo de sediá-la e deveriam ter esse direito. Nós queremos fazer isso para o mundo árabe. Não creio que seja bom querer impor uma cultura sobre outra. Vocês viram o que Mohamed Salah conseguiu fazer em Liverpool a respeito da cultura muçulmana? Isso é quebrar estereótipo. É isso o que queremos”, conclui, citando o atacante egípcio que é ídolo da equipe campeã mundial.

Blog com Alex Sabino/FolhaPress

Vôlei: Brasil derrota o Japão e conquista o tri da Copa do Mundo
   14 de outubro de 2019   │     21:00  │  0

Leal no ataque contra o Japão na Copa do Mundo — Foto: Divulgação FIVB

Leal no ataque contra o Japão na Copa do Mundo  (Foto: Divulgação FIVB)

Dez jogos, dez vitórias, apenas cinco sets perdidos…Com uma campanha praticamente perfeita, a seleção masculina de vôlei conquistou, nesta segunda-feira, em Hiroshima, no Japão, o título da Copa do Mundo. O triunfo que garantiu a primeira posição para o o time comandado por Renan Dal Zotto, veio com um 3 a 1 sobre o Japão, parciais de 25/17, 24/26, 25/14 e 27/25 .

É a terceira vez na história que a seleção chega ao título, já que tinha vencido em 2003 e 2007. A Copa do Mundo é disputada de quatro em quatro anos, sempre no ano que antecede a Olimpíada, e no sistema de pontos corridos.

A conquista é a mais relevante da “Era Renan”. O técnico assumiu o comando no início de 2017, depois de 16 anos com Bernardinho no cargo. Desde então o Brasil foi vice-campeão da Liga Mundial de 2017 e também levou a prata no Campeonato Mundial de 2018. Na Liga das Nações (antiga Liga Mundial) ficou em quarto lugar em 2018 e 2019.

No período, o time foi campeão sul-americano em 2017 e 2019, além de ter levado a Copa dos Campeões de 2017, eventos de menor relevância se comparados com a Copa do Mundo.

O Brasil chegou a 29 pontos na classificação, enquanto a Polônia, em segundo lugar, está com 25, não podendo mais passar a seleção verde-amarela na tabela, faltando uma rodada para o fim.

Blog com Globo Esporte

© Copyright 2000-2016 Gazeta de Alagoas Online Ltda. Todos os direitos reservados