Category Archives: Copa do Mundo

Brasil empata com a Suíça e breca euforia da torcida
   18 de junho de 2018   │     0:04  │  0

Jogador da Suíça recebe cartão amarelo após falta em Neymar

Jogador da Suíça recebe cartão amarelo após falta em Neymar (Foto: AFP)

Rostov foi a cidade de abertura para a Seleção Brasileira na Copa do Mundo e a primeira a receber a festa que os brasileiros estão acostumados a fazer. Desde o início do fim de semana, os russos passaram a conviver com a energia em verde e amarelo. Clima de Copa. Música mais cantada nos karaokês do Brasil, Evidências embalou as noitadas às margens do rio Don, que corta a cidade. Mas o frenesi não entrou em campo na tarde passada e havia uma forte Suíça pela frente. Resultado: empate por 1 a 1.

Na véspera do jogo, Tite havia dito que um empate não seria ruim, dada a dificuldade do adversário e o histórico de classificação nos grupos da Copa. O Brasil pode chegar a sete pontos. Mas ficou um gostinho de quero mais na boca, até porque a presença maciça de brasileiros em Rostov foi mostra de que a Seleção voltou a estar amparada pela torcida.

Em um duelo de poucas chances, sobretudo no primeiro tempo, o placar só foi aberto graças a um chutaço de fora da área de Coutinho. E voltou a mudar uma única vez, no começo da etapa final, em jogada de bola parada. Zuber aproveitou cobrança de escanteio para saltar livre e cabecear à rede. A equipe de Tite pressionou nos minutos finais em busca da vitória, mas não conseguiu o segundo gol.

Classificação e próximo jogo

Como a Sérvia venceu a Costa Rica, o empate entre Brasil e Suíça faz com que as duas equipes dividam a segunda colocação, com um ponto cada. Na sexta-feira, às 9 horas (de Brasília), os adversários da Seleção na segunda rodada serão os costarriquenhos, em São Petersburgo.

Blog com Lance e Globoesporte

Meia russo elogia Salah, mas alerta: “Precisamos ter cuidado com o time todo”
     │     0:01  │  0

   Cheryshev foi escolhido o melhor jogador da estreia da Rússia na Copa do Mundo (Foto: Reuters)

Cheryshev foi escolhido o melhor jogador da estreia da Rússia na Copa do Mundo (Foto: Reuters)

Depois de uma goleada por 5 a 0 sobre a Arábia Saudita na abertura do Mundial, a Rússia muda o foco para as partidas diante do Egito de Salah e do Uruguai de Suárez. A seleção egípcia é a adversária da segunda rodada do Grupo A, nesta terça-feira. O meia-atacante Denis Cheryshev, autor de dois gols na estreia, espera um duelo complicado e diz que Salah não é a única preocupação.

– O próximo jogo vai ser difícil. Salah é um dos melhores jogadores do mundo, vai ser um grande reforço para o Egito se ele jogar contra a gente, mas precisamos ter cuidado com o time todo e não apenas com ele. É provável que Salah não esteja 100% pronto, mas não devemos nos preocupar com isso. Temos que focar no nosso jogo.

Cheryshev está na expectativa por iniciar jogando contra os egípcios. Na estreia, ele começou no banco, mas substituiu o lesionado Dzagoev ainda no primeiro tempo. Com uma atuação de gala, o meia-atacante se tornou o grande protagonista e foi coroado como “melhor em campo” pela Fifa.

O goleiro Vladimir Gabulov também deu sua opinião sobre o adversário, e falou sobre Mohamed El-Shennawy, goleiro do Egito eleito melhor em campo contra o Uruguai.

– Egito é uma equipe sólida, que briga pela bola em todas as partes do campo. Não há goleiros fracos na Copa do Mundo. El-Shennawy fez defesas impressionantes.
Rússia, líder do Grupo A, e Egito, em terceiro lugar, se enfrentam amanhã, 19 de junho, às 15h, em São Petersburgo.

Blog com Globoesporte

Brasil começa empatando na Copa da Rússia
   17 de junho de 2018   │     17:49  │  0

Seleção fica no empate na estreia da Copa

Foram 19 minutos do melhor futebol possível da seleção. Envolvente, preciso nos passes, soberano. Depois, outros tantos de jogo calculista, de poucos sustos, em busca de um contra-ataque que não veio. A bola cruzada na área e o gol da Suíça em falta de ataque trouxe dramaticidade inesperada para o Brasil em Rostov-do-Don. O empate em 1 a 1 deixou a lição de que se a equipe é melhor, seja. Não dose qualidade porque o imponderável sempre pode dar as caras, quando você menos imagina.

O resultado não chega a ser um desastre, mas traz uma dificuldade que há muito tempo a seleção não vivia. A última vez que a equipe não venceu um jogo de estreia na Copa do Mundo foi em 1978 – empate em 1 a 1 com a Suécia. Isso significa que a equipe de Tite chegará à última rodada da fase de grupos, contra a Sérvia, que venceu a Costa Rica, com uma pressão por resultado que não está acostumada a ter a essa altura em Mundiais. E nem sob o comando de Tite.

Foram 19 minutos do melhor futebol possível da seleção. Envolvente, preciso nos passes, soberano. Depois, outros tantos de jogo calculista, de poucos sustos, em busca de um contra-ataque que não veio. A bola cruzada na área e o gol da Suíça em falta de ataque trouxe dramaticidade inesperada para o Brasil em Rostov-do-Don. O empate em 1 a 1 deixou a lição de que se a equipe é melhor, seja. Não dose qualidade porque o imponderável sempre pode dar as caras, quando você menos imagina.

O placar igual em Rostov deixa lições para o próximo compromisso na Copa, contra a Costa Rica, sexta-feira, em São Petersburgo. Neymar e Gabrel Jesus sofreram com a marcação adversária e pouco produziram. A defesa cometeu uma rara falha. A outra reflexão é que talvez um outro árbitro possa ser mais enérgico e coibir os lances violentos.

Blog com EXTRA

 

Tite alerta que Neymar não está 100%, mas afirma: ‘Tudo para fazer uma grande estreia’
     │     0:04  │  0

Resultado de imagem para Time do Brasil que enfrentou a Áustria

 

Rostov-do-Don – Tite foi ao socorro de Neymar na primeira pergunta a respeito do estado físico do atacante para a partida de hoje contra a Suíça, na Arena Rostov, pela primeira rodada da Copa do Mundo da Rússia. O treinador tratou de tirar parte do peso sobre o jogador e destacou que ele ainda não está 100% recuperado depois do longo tempo parado por causa da fratura no pé direito, sofrida em fevereiro.

– Neymar ainda não está 100%, mas ele é muito privilegiado fisicamente. O nível de arranque dele é impressionante, mas não está na plenitude ainda. Está num processo bem evoluído, mais do que imaginávamos, o suficiente para fazer um grande jogo – destacou.

Ao lado dele, Marcelo ressaltou a responsabilidade de ser o capitão do Brasil na estreia na Copa do Mundo. O lateral-esquerdo destacou a experiência acumulada, inclusive com a presença em campo no fatídico 7 a 1 para a Alemanha, em 2014.

– Com o tempo você vai ganhando experiência, maturidade, convivendo na seleção e no clube também, a cada jogo. Todos os jogadores na seleção cada um contribui com um pouquinho para conseguir um só objetivo. Não tenho nenhum trauma quanto à Copa de 2014. Se tivesse, não estaria mais jogando futebol, teria largado. Tenho de traçar novos desafios, é assim na vida. Minha vida foi feita de desafios, não levo traumas, derrotas, falhas, não me afetam.

O Brasil, (foto acima/Diário Potiguar), vai entrar em campo na tarde de hoje com: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

Esta mesma equipe derrotou a Áustria por 3 a 0, em um amistoso disputado no último domingo (10) em Viena.

Blog e Extra

 

De Gea rejeita rótulo de vilão após frango: ‘Não matei ninguém’
   15 de junho de 2018   │     21:21  │  0

De Gea falhou no segundo gol de Cristiano RonaldoDe Gea falhou no segundo gol de Cristiano Ronaldo (Foto: LUCY NICHOLSON / REUTERS)

O goleiro David De Gea não baixou a cabeça. Após falhar no segundo gol de Portugal e virar o destaque negativo do empate em 3 a 3 entre Portugal e Espanha, o espanhol procurou tratar com naturalidade o episódio.

“O futebol é assim. No jogo seguinte tentarei dar o melhor possível. Estou contente com o apoio que recebi do treinador e dos meus companheiros. Física e mentalmente estou bem, e já penso no próximo jogo”, disse o atleta, que minimizou sua falha. “Estou sempre feliz, ainda que, por vezes, pareça sério. É preciso pensar no que vem a seguir e estar concentrado. Não matei ninguém”.

O discurso está afinado com o dos companheiros. Assim como o técnico Fernando Hierro, os jogadores procuraram diminuir a importância da falha do goleiro e demonstrar apoio a ele.

“O David é adulto, está acostumado e sabe que todos falhamos. Daqui a quatro dias terá outra oportunidade de se redimir”, afirmou o meia Isco.

Blog com EXTRA