/BLOGS

Arivaldo Maia

Category Archives: Copa do Mundo

Copa do Mundo a cada dois anos? Especialistas concordam
   26 de novembro de 2020   │     16:00  │  0

Copa do Mundo pode ser a cada dois anos (Foto: Heuler Andrey/ESTADÃO Conteúdo)

Já imaginou ter Copa do Mundo a cada dois anos? Durante a Cúpula Mundial de Futebol, um grupo de especialistas em marketing levantou a possibilidade dos organizadores levarem em conta para que haja menos tempo de espera. O debate, desencadeado por uma mesa redonda sobre investimento em patrocínio após a pandemia da Covid-19, foi colocado à mesa pelo diretor co-executivo da organização de competições de ‘eSports’ ESL, Ralf Reichert. Segundo ele, uma das dificuldades do esporte tradicional para as novas gerações é que ele requer um caminho muito longo para ter novos campeões. “Acho que a partir de agora os torneios terão mais vencedores e mais momentos chave. Acho que há uma dificuldade em esperar um ano para alguém ganhar um campeonato, por que esperar quatro anos para alguém ganhar uma Copa do Mundo? Acho que isso terá que ser mudado e adaptado”, opinou Reichert. A questão foi direcionada ao CEO da plataforma de transmissão esportiva Eleven Sports, o português Luis Vicente, responsável pela estratégia de inovação digital da Fifa entre 2018 e 2019.

Perguntado se concordava que quatro anos de espera entre cada Mundial é muito tempo, ele respondeu que sim. “Acho que precisamos tornar isso menos demorado se quisermos manter a competição como algo relevante para a nova geração”, afirmou. Por sua vez, o vice-presidente de acordos esportivos para a marca Coca-Cola, Ricardo Fort, se mostrou contrário à possibilidade. Ele considera que competições com quase um século de história como as Copas do Mundo têm “um grande legado” que é “muito difícil de mudar”. “Estas mudanças têm que vir de outras áreas, tais como videogames ou futebol feminino. Cada esporte está tentando mudar o modelo estabelecido pelas ligas nos anos 60, mas se a Copa do Mundo tivesse começado hoje, seria diferente. Não faz sentido que as novas competições imitem esse modelo”, declarou. Na opinião do chefe dos acordos esportivos do Facebook, Peter Hutton, seria difícil adaptar o calendário atual do futebol para fazer a Copa de dois em dois anos.

“Uma das coisas mais frustrantes no calendário do futebol internacional é a interrupção dos campeonatos nacionais para as semanas internacionais (datas Fifa). Duas semanas são sem sentido, interrompem a narrativa dos campeonatos, enquanto no verão as Copas do Mundo são uma forma de construir uma história”, analisou o executivo do Facebook durante o fórum WFS Live, organizado pelo World Football Summit.

Blog com  informações da EFE

Qatar inaugura terceiro estádio para a Copa do Mundo de 2022
   19 de junho de 2020   │     10:00  │  0

Education City, em Doha, é o terceiro estádio pronto para a Copa (Foto: Divulgação / Comitê Organizador Qatar 2022)© Fornecido por LANCE! – Education City, em Doha, é o terceiro estádio pronto para a Copa (Foto: Divulgação / Comitê Organizador Qatar 2022)
O Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Qatar, inaugurou oficialmente o terceiro estádio para o Mundial. O Education City, que fica na capital Doha, é o segundo a ser construído do zero a ficar pronto.O anúncio ocorreu em uma transmissão ao vivo pela internet e contou com uma homenagem aos profissionais de saúde que estão trabalhando na linha de frente ao combate do novo coronavírus. Até o momento, o país registrou 76 mortes em um total de 80.876 casos positivos. 

– Hoje prestamos uma homenagem muito especial àqueles que sofreram, lutaram e ainda estão lutando contra a pandemia da COVID-19 e nos dando um exemplo notável de resiliência durante um momento tão difícil – disse Gianni Infantino, presidente da Fifa.

As obras do estádio estiveram em ritmo avançado no ano passado e o Education City seria um dos palcos do Mundial de Clubes vencido pelo Liverpool sobre o Flamengo em dezembro. No entanto, a poucos dias do início da competição, o Comitê Organizador vetou o palco.

Blog com LANCE

Catar concluiu mais um estádio para o Mundial de 2022
   9 de junho de 2020   │     19:00  │  0


O Catar anunciou a conclusão do terceiro estádio para a Copa 2022 (Foto Divulgação)

Com pouco menos de dois anos e meio para a partida de estreia, o Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022 já  anunciou a conclusão das obras de construção do terceiro dos oito estádios para o evento no Catar. O Education City está localizado na cidade de Al Rayyan, a oeste da capital Doha, e tem capacidade para 40 mil torcedores.

O término dos serviços na arena será comemorado no próximo dia 15 com uma programação para celebrar a contribuição dos operários durante a pandemia do novo coronavírus. As autoridades sanitárias do Catar informaram recentemente que cinco casos positivos da Covid-19 haviam sido registrados em três canteiros de obras de estádios da Copa do Mundo de 2022.

O Education City tinha uma previsão inicial de estar concluído em meados de dezembro de 2019 e seria utilizado pela primeira vez na semifinal do Mundial de Clubes da Fifa entre Liverpool e Monterrey, do México. Mas por conta do atraso no processo de certificação e da não realização de eventos-teste, a Fifa decidiu mudar o local da partida.

Satisfeito com o andamento das obras para a Copa do Mundo, o governo do Catar já havia promovido a reforma do estádio Internacional Khalifa, em 2017, e a inauguração do estádio Al Janoub, no ano passado. Outras cinco arenas ainda estão sendo construídas para a competição que será realizada entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro de 2022.

Blog com Jovem Pan

Catar promete Copa “acessível” para os torcedores
   25 de maio de 2020   │     0:05  │  0

A Copa do Mundo de 2022 no Catar será "acessível" financeiramente para os torcedores, de acordo com Hassan Al-Thawadi, chefe do comitê organizador© Mohamed el-Shahed – A Copa do Mundo de 2022 no Catar será “acessível” financeiramente para os torcedores, de acordo com Hassan Al-Thawadi, chefe do comitê organizador.
A Copa do Mundo de 2022 no Catar será “acessível” economicamente para os fãs, prometeu o presidente do comitê organizador, temendo que uma recessão após a pandemia de coronavírus impeça os torcedores de fazerem a viagem.”Sempre dissemos, desde o primeiro dia, que será uma competição acessível. Queremos que todos aqueles que desejarem possam vir à Copa do Mundo”, disse Hassan Al-Thawadi.

“Demonstramos durante o Mundial de Clubes (2019), ao receber torcedores de todos os clubes participantes, que a viagem foi acessível do ponto de vista de voos e acomodações”, acrescentou ele em uma videoconferência.

Os temores decorrem de uma recessão global provocada pela atual pandemia, que pode levar os fãs a desistirem de seus projetos de viajar para a Copa do Mundo no outono (do hemisfério norte) de 2022.

“Estamos entrando em recessão, não há dúvidas sobre as preocupações sobre a economia mundial e a capacidade dos fãs de pagar pela viagem”, continuou Hassan Al-Thawadi.

“O problema que temos hoje é saber como será a recuperação”, acrescentou.

Blog com AFP

Gays devem aceitar cultura do Qatar na Copa
   9 de janeiro de 2020   │     0:05  │  0

Hassan Al Thawadi, 41, parece estar pronto para qualquer pergunta. Secretário-geral do Comitê para Execução e Legado do Mundial de 2022, no Qatar, ele não espera nem um segundo para responder a cada questionamento.

Talvez isso aconteça porque ele já tenha ouvido essas perguntas mais de uma vez. As dúvidas sobre a próxima Copa do Mundo continuam as mesmas: direitos humanos, capacidade do país de sediar o megaevento, como a cultura muçulmana vai receber torcidas de 31 países (além da nação sede), como pessoas LGBT serão tratadas.

Advogado formado na Universidade de Sheffield, no Reino Unido, Al Thawadi é conselheiro do emir, o xeque Mohammed bin Hamad Al Thani, e responsável pelo órgão com orçamento de US$ 7 bilhões (R$ 28 bilhões) que terá de entregar oito estádios e dezenas de obras de infraestrutura pra viabilizar o torneio.

No dia 21 de dezembro, horas antes da final do Mundial de Clubes, entre Liverpool (ING) e Flamengo, em Doha, ele recebeu um grupo de sete jornalistas ocidentais.

TORCEDORES GAYS

Al Thawadi afirma que todos os visitantes, a não ser os violentos, serão bem recebidos no Qatar, mas espera que eles também entendam e aceitem os costumes do país.

“Nós trabalhamos muito duro para educar as pessoas sobre a nossa cultura, que é conservadora progressiva. Há uma lista de regras que não são exclusivas do Qatar e são adotadas por uma porção do globo. Nós pedimos aos visitantes que apreciem e respeitem a nossa cultura. Ao mesmo tempo, que aproveitem a hospitalidade que oferecemos. Nem todos partilham dos mesmos valores, temos diferentes estilos de vida e há riqueza nisso. A paixão pelo futebol pode mostrar que podemos nos respeitar, é isso o que pedimos”, afirmou.

“Exibições públicas de afeto, seja entre homem e mulher ou de outros casais, não fazem parte da nossa cultura, e pedimos que as pessoas respeitem isso. Não mostrem isso em público. Não estamos dizendo que não sejam elas mesmas. Mas é importante que tenham mente aberta, que aproveitem o diferente e não foquem o negativo.”

Para o secretário-geral, o torneio deve servir para acabar com estereótipos que as pessoas possam ter a respeito do mundo árabe.

“A Copa do Mundo não é exclusiva de uma região. É um evento de todos, global. E todos têm o desejo de sediá-la e deveriam ter esse direito. Nós queremos fazer isso para o mundo árabe. Não creio que seja bom querer impor uma cultura sobre outra. Vocês viram o que Mohamed Salah conseguiu fazer em Liverpool a respeito da cultura muçulmana? Isso é quebrar estereótipo. É isso o que queremos”, conclui, citando o atacante egípcio que é ídolo da equipe campeã mundial.

Blog com Alex Sabino/FolhaPress

© Copyright 2000-2016 Gazeta de Alagoas Online Ltda. Todos os direitos reservados