Category Archives: Copa do Brasil

Hoje tem “Um jogo de R$ 52 milhões”
   18 de setembro de 2019   │     19:00  │  0

“Athletico e Inter decidem nesta quarta-feira (18), 21h30, no Beira-Rio, a final da Copa do Brasil 2019. Além do troféu, a disputa é marcada pela premiação fora do padrão: quem vencer o torneio mata-mata, pega R$ 52 milhões pela façanha.

E dinheiro é um assunto que norteia o confronto sulista. Se dentro de campo as equipes prometem duelo equilibrado em busca do título, fora das quatro linhas, o Colorado se demonstra superior ao Furacão. Os gaúchos arrecadam mais e devem menos.

Neste período, o Inter somou R$ 282 milhões em receitas (7.ª maior receita do país), contra R$ 160 milhões conseguidos pelo Athletico (13.ª maior do país). Em relação ao time paranaense, o clube gaúcho angariou mais em receitas de televisão, publicidade e com bilheteria e associados.

Apenas nas vendas de jogadores ambos os clubes habitam o mesmo patamar.

Blog com Gazeta do Povo

Guerrero vê Inter com “faca entre os dentes”
     │     17:00  │  0

Guerrero fez dois no jogo de volta das semifinais (Foto: Reprodução/Inter)

 
Guerrero fez dois no jogo de volta das semifinais (Foto: Reprodução/Inter)

 

Depois da derrota na primeira partida da final da Copa do Brasil, o Internacional terá o apoio do seu tecedor para, na noite desta quarta-feira, reverter o placar de 1 a 0. Um dos principais jogadores dessa campanha, Paolo Guerrero falou sobre a postura do Colorado para enfrentar o Athletico-PR, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio.

“Estamos com a faca entre os dentes. Vejo muita vontade no elenco para encarar isso como uma revanche, pois não queríamos ter perdido fora de casa. Agora é a nossa chance de mostrar todo nosso futebol e virar o jogo na frente do nosso torcedor. Precisamos entrar no Beira-Rio e jogar futebol. Manter a calma vai ser a chave”, analisou.

Em dois anos no comando do clube, Odair Hellmann só perdeu um confronto em competições nacionais dentro de seus domínios. O centroavante comentou a respeito dessa estatística e rasgou elogios ao treinador.

“Claro que os dados são favoráveis, mas não se ganha jogo assim. A vitória do final de semana contra o Atlético-MG levantou o moral do time, pois sabemos o quanto é difícil jogar lá em Minas. O professor está muito bem. A preparação foi ótima, o grupo está completo e acredito que o time sabe o que fazer”, completou.

Querendo reforçar a ideia de que uma final se ganha dentro de campo, Guerrero analisou o adversário e descartou qualquer favoritismo por parte dos donos da casa.

“Temos que respeitar muito o Athletico-PR. É um time com um toque de bola muito bom e, além disso, são muito técnicos. Eles sabem construir bem as jogadas, sem pressa. Não sei como vai ser a postura deles aqui dentro da nossa casa. Normalmente os rivais têm dificuldade de jogar aqui, mas, como já falei diversas vezes, futebol não tem favorito”, encerrou.

Blog com Terra Esportes

 

Copa do Brasil/2019 conhece hoje seu campeão
     │     10:45  │  0

 — Foto: Arte / GloboEsporte.comA Copa do Brasil de 2019 conhecerá seu campeão a partir das 21h30 desta quarta-feira. No Beira-Rio, (foto arte acima/Globo Esporte), Inter e Athletico se enfrentam no jogo derradeiro do mata-mata nacional.

Com a vantagem da vitória por 1 a 0 no jogo de ida da final, na Arena da Baixada, o Furacão levanta a taça com qualquer empate ou, claro, se ganhar novamente.

O Colorado terá a torcida a seu favor nesta noite. E precisará do empurrão extra para reverter o prejuízo em campo. Precisa vencer por dois gols de diferença para ficar com o título no tempo normal. Qualquer vitória por um gol leva a decisão para o drama dos pênaltis.

O Furacão não conseguiu visitar o Beira-Rio na véspera do jogo por conta de um atraso no desembarque da equipe em Porto Alegre. O técnico Tiago Nunes, porém, não deve promover surpresas, e a escalação deve ser a mesma do 1 a 0 na Arena da Baixada. O treinador não tem novos desfalques em relação ao primeiro jogo.

A ideia do treinador Odair Hellmann é repetir a equipe que entrou em campo na Arena da Baixada. Porém, D’Alessandro sentiu problema muscular na coxa direita no treino de domingo e virou dúvida, já que a equipe realizou somente treinamentos fechados. De qualquer forma, o argentino está concentrado junto ao elenco.

Athletico: Santos; Khellven, Robson Bambu, Léo Pereira e Marcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Lucho González); Nikão, Rony e Marco Ruben.

Inter/RS: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick, D’Alessandro (Rafael Sobis ou Wellington Silva) e Nico López; Guerrero.

Blog com Globo Esporte

Em 30 finais da Copa do Brasil, só 4 times reverteram o placar
   15 de setembro de 2019   │     12:00  │  0

Resultado de imagem para logo da copa do brasil

 

Após vencer o Internacional por 1 a 0 na Arena da Baixada, o Athletico tem números a seu favor na busca pelo título inédito. Das 30 disputas da taça da Copa do Brasil, apenas quatro times reverteram no segundo jogo um revés ocorrido na primeira partida e foram campeões.

O Internacional, no entanto, foi um dos que conseguiu reverter a vantagem em 1992, quando se sagrou campeão sobre o Fluminense. Naquele ano, o Colorado perdeu por 2 a 1 no Rio de Janeiro e venceu por 1 a 0 em casa, sendo beneficiado pelo critério de gol fora de casa. Em 2015 esta regra mudou e hoje não é mais válida.

O Inter também decidiu o título da competição em 2009 com o Corinthians. Perdeu na ida por 2 a 0 e só empatou em Porto Alegre por 2 a 2, ficando com o vice-campeonato.

Os outros três times que reverteram o placar adverso da ida foram o Palmeiras em 1998, o Sport em 2008 e novamente o Palmeiras em 2015, ao superar o Santos nos pênaltis por 4 a 3

“Na história das 30 finais, 16 times que saíram em vantagem, seja com uma vitória na ida ou empate com gols como visitante, quando ainda existia o critério de gol fora, foram campeões. Em outras quatro decisões, os times que saíram em desvantagem ao empatarem em casa, novamente pelo critério do gol qualificado, venceram fora e levantaram a taça.

Nas outras seis oportunidades, ninguém saiu em vantagem no primeiro jogo por empates sem gols ou com gols (após 2015). E as decisões da Copa do Brasil tem uma curiosidade: nunca um clube venceu por mais de dois gols de diferença.”

Blog com Gazeta do Povo

 

Athletico-PR bate Inter e abre vantagem na Copa do Brasil
   12 de setembro de 2019   │     0:05  │  0

Miguel Locatelli/Athletico

Deu Athletico-PR na primeira parte da final da Copa do Brasil. Na noite de ontem, com um belo gol de Bruno Guimarães, (foto acima/Miguel Locatelli/Athletico), o Furacão bateu o Internacional por 1 a 0 e agora joga por um empate para ficar com o título. Cabe ao Colorado vencer por dois gols de diferença. Se vencer por um gol, a taça será decidida nos pênaltis. A partida da volta está marcada para a próxima quarta-feira, a partir das 21h30 (Horário de Brasília), no Beira-Rio.

Como é rotina nos jogos dentro da Arena, o Athletico-PR chamou a responsabilidade e tentou encurralar o Internacional desde os minutos iniciais. Diante de uma defesa bem postada, o Furacão apostou nos chutes de fora da área e assustou Marcelo Lomba.

Fechado no campo defensivo, o Colorado explorava os contra-ataques. Cérebro do meio-campo, D’Ale colocava a sua experiência em prática e municiava seus companheiros, principalmente Nico López, que chegou a levar perigo em chute cruzado.

Após um começo elétrico, o ritmo do confronto caiu, a disputa no meio-campo aumentou e os goleiros pouco trabalharam.

Na etapa final o Inter se soltou no ataque. Nos primeiros minutos, Edenilson virou a válvula de escape e encostou nos homens de frente. No primeiro lance, o volante cruzou e Patrick finalizou na rede pelo lado de fora. Na segunda, ele invadiu a área, bateu forte e viu a bola passar ao lado do poste.

Aos 12 minutos, quando a torcida esboçava uma leve reclamação com a equipe, o Furacão abriu o placar. No passe de Marco Ruben, Bruno Guimarães saiu na cara de Lomba e estufou as redes, 1 a 0.

Após levar o gol, o Internacional tentou controlar o jogo e cozinhava na troca de passes. Porém, quando o Furacão teve a posse de bola, quase ampliou. Rony fez jogada individual, driblou os zagueiros e só parou em Milagre de Lomba.

Com pouca produtividade no campo ofensivo, o Colorado teve a bola de ouro após cruzamento. Porém, Guerrero foi travado por Wellington e Santos defendeu para segurar a vitória.

ATHLETICO-PR 1 x 0 INTERNACIONAL
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data-Hora: 27/4/2019 – 21h30
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Neuza Inês Back (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo (SP)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Nikão, Kehllven, Wellington (ATH), Wellington Silva (INT)
Cartões vermelhos: –
Gols: Bruno Guimarães (12’/2ºT)

ATHLETICO-PR: Santos; Kehllven, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães, Léo Cittadini (Tony Anderson, aos 12/2ºT) e Nikão; Rony (Lucho González, aos 35/2ºT) e Marco Ruben (Marcelo Cirino, aos 21/2ºT). Técnico: Tiago Nunes.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Bruno, Victor Cuesta, Rodrigo Moledo e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson (Nonato, aos 28/2ºT), Patrick e D’Alessandro (Rafael Sobis, aos 37/2ºT); Nico López (Wellington Silva, aos 18/2ºT) e Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

Blog com Lance