Category Archives: Copa América

Copa América Centenária: Brasil conhece os rivais em fevereiro
   29 de janeiro de 2016   │     0:01  │  0

O Comitê Organizador da Copa América Centenária (LOC) anunciou que o sorteio dos grupos será no dia 21 de fevereiro, às 21h30 (horário de Brasília), no Hammerstein Ballroom, em Nova York. A competição será disputada nos Estados Unidos de 3 a 26 de junho. A final está marcada para o MetLife Stadium, em Nova Jersey.

O país anfitrião será um dos cabeças de chave, ao lado de Brasil, México e Argentina, de acordo com o ranking de dezembro da Fifa. A edição especial que celebra um século da Conmebol contará com 16 seleções, incluindo os estreantes Panamá e Haiti.

A Seleção Brasileira ficará no Grupo B e já tem data e local para a estreia na competição: dia 4 de junho no Rose Bowl, local onde faturou o tetracampeonato mundial. Quatro dias depois será a vez de atuar em Orlando, onde também pode servir de QG da delegação verde-amarela. A participação na fase de grupos acaba no dia 12, em Boston.

Os Estados Unidos, anfitriões do torneio, estão no Grupo A e abrem a competição no dia 3 em San Francisco, depois atua, em Chicago no dia 7 e fecham na Philadelphia no dia 11.

O México, outro representante da Concacaf, ficou no Grupo C e joga no Arizona no dia 5, em Pasadena no dia 9 e termina no dia 13 em Houston.

Já a Argentina foi colocada no Grupo D e atuará no dia 6 em San Francisco, depois será a vez de estar em Chicago no dia 10 e fechar no dia 14 em Seattle.

As duas melhores seleções de cada chave avançam e disputam um mata-mata final a partir das quartas de final.

 

Blog com LANCEPREESS!

Jornal argentino ‘Olé’ lamenta mais um vice: ‘Pesadelo II’
   6 de julho de 2015   │     0:03  │  0

Messi parece não acreditar: mais uma derrota em final com a seleção argentina (Foto: Reuters)

Messi parece não acreditar: mais uma derrota em final com a seleção argentina (Foto: Reuters)

O jornal esportivo argentino Olé, lamentou a derrota nos pênaltis para o Chile por 4 a 1 (após um empate em 0 a 0 no tempo regulamentar e prorrogação) na final da Copa América, em Santiago. Lembrando a derrota na final para a Alemanha, na Copa de 2014, o site publicou uma manchete dramática: “Pesadelo II”.

“Um golpe para todos, quando o céu da América estava pertinho. A seleção argentina não não esteve à altura no último jogo contra um Chile que foi campeão pela primeira vez em sua história”.

Com a perda da taça, a Argentina segue amargando um incômodo jejum de 23 anos sem conquistar um título internacional. A última Copa América vencida pelos albicelestes foi em 1993, no Equador. Além disso, a Argentina perdeu a chance de igualar o número de títulos do Uruguai, que tem 15.

Esse foi o primeiro grande título internacional do Chile. Com a conquista, os chilenos ganharam também a vaga sulamericana na Copa das Confederações, que será disputada na Rússia, em 2017. Até agora, Rússia (país-sede), Alemanha (campeã do mundo de 2014), Austrália (campeã da Copa da Ásia de 2015) e Chile (Campeão da Copa América de 2015) estão confirmados.

Títulos da Copa América por país

Uruguai: 15 (1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1983, 1987, 1995, 2011)

Argentina: 14 (1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959, 1991, 1993)

Brasil: 8 (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007)

Paraguai: 2 (1953, 1979)

Peru: 2 (1939, 1975)

Bolívia: 1 (1963)

Colômbia: 1 (2001)

Chile: 1 (2015)

 

Blog com Jornal do Brasil

Brasil revive síndrome dos pênaltis e perde do Paraguai
   28 de junho de 2015   │     0:04  │  0

O Brasil repetiu 'video cassetada' de 2011 e perdeu mais uma vez nos pênaltis para os paraguaios

O Brasil repetiu ‘vídeo cassetada’ de 2011 e perdeu mais uma vez nos pênaltis para os paraguaios

Assim como aconteceu na Copa América de 2011, o Brasil foi eliminado pelo Paraguai nos pênaltis por 4 a 3, após empate por 1 a 1 no tempo normal na noite de ontem, no Chile, pelas quartas de final da competição.

No último encontro de mata-mata entre a seleção brasileira e os paraguaios, há quatro anos, na Argentina, o jogo terminou sem gols. Nos pênaltis, a seleção brasileira, então comandada por Mano Menezes, desperdiçou as quatro primeiras cobranças e foi eliminada pelos paraguaios.

Desta vez, o time nacional converteu três cobranças, mas Éverton Ribeiro e Douglas Costa erraram e permitiram a vitória paraguaia nas penalidades.

O jogo também foi marcado pelo pênalti infantil cometido por Thiago Silva já no segundo tempo, quando a equipe brasileira vencia o duelo por 1 a 0, com gol de Robinho. Assim como fez pelo Paris Saint-Germain em confronto contra o Chelsea neste ano, o zagueiro cortou um cruzamento com a mão dentro da grande área do Brasil e permitiu o empate do Paraguai em cobrança de pênalti.

Agora, o Paraguai vai enfrentar a Argentina nas semifinais, também em Concepción. O duelo está marcado para a próxima terça (30), às 20h30. A outra semi, entre Chile e Peru, acontece um dia antes, mas no mesmo horário, em Santiago.

 

Blog e Folha de São Paulo

Dunga: ‘Sou afrodescendente de tanto me baterem’
   27 de junho de 2015   │     0:04  │  0

Dunga garante que está tranquilo para vencer o Paraguai na noite de hoje

Dunga garante que está tranquilo para vencer o Paraguai na noite de hoje

O técnico Dunga comparou as críticas que recebe à discriminação sofrida por negros no Brasil, na última entrevista antes da partida contra o Paraguai, na noite de hoje (27), em Concepción.

Após ser perguntado entre as semelhanças da atual geração e o grupo de jogadores que levou o Brasil à conquista da Copa América de 1989, após 40 anos de jejum na competição sul-americana, Dunga afirmou que os críticos gostam de persegui-lo.

“Nós éramos ruins com sorte e os outros eram bons com azar. Aquela seleção tinha uma cobrança de 40 anos sem Copa América e 24 anos sem Copa. Acho que sou afrodescendente de tanto que gostam de me bater. Aqui na seleção só tem uma opção: ganhar. É um preço bom que se paga”, disse.

Em relação ao time que deve ser escalado logo mais, o técnico manteve o mistério, mas revelou que está tranquilo para o primeiro jogo decisivo desde seu retorno ao comando do selecionado brasileiro.

“Para a seleção, muda pouco. Jogamos sempre para vencer. Lógico que tem mais adrenalina e temos que encarar como uma final”, avaliou.

Blog com Diário Online

Conmebol abrirá ação disciplinar e pode punir Jara por ‘mão boba’
     │     0:01  │  0

O uruguaio Cavani foi expulso após reagir contra atitude de Jara

O uruguaio Cavani foi expulso após reagir contra atitude de Jara

A Conmebol abrirá uma ação disciplinar contra o defensor chileno Gonzalo Jara pela provocação que terminou com a expulsão do atacante Edinson Cavani, na última quarta-feira, em duelo válido pelas quartas de final da Copa América.

Cavani recebeu o cartão vermelho do árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci aos 18 minutos do segundo tempo do triunfo chileno por 1 a 0 por tocar o rosto de Jara. Imagens fotográficas e de televisão mostram que o atacante do Paris Saint-Germain reagiu após Jara passar a mão na sua bunda.

“Será aberto um expediente”, disse Alberto Lozada, membro da comissão disciplinar da Conmebol, à agência de notícias Associated Press. “Estão trabalhando para agora passar aos tribunais. Então amanhã (sexta-feira) se saberá”.

O Chile se classificou às semifinais e enfrentará o Peru na próxima segunda-feira. Jara é titular da defesa chilena e qualquer punição que o tire do torneio provocaria uma dor de cabeça ao técnico Jorge Sampaoli. “A reação que teve (Cavani) se vê que foi porque lhe mete o dedo”, comentou depois da partida o capitão do Uruguai, Diego Godín.

Esta não foi a primeira vez que o zagueiro do Mainz, da Alemanha, protagoniza um incidente desse tipo com um jogador uruguaio. Em 2013, o atacante Luis Suárez foi expulso de uma partida das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014 após atingir Jara com um soco depois que o chileno tocou a sua genitália.

 

Blog com A TARDE