Category Archives: Conmebol

Grêmio recebe multa da Conmebol de R$ 368 mil por criar vídeo contra arbitragem
   15 de fevereiro de 2018   │     0:03  │  0

O Grêmio recebeu uma multa da Conmebol no valor de US$ 112 mil (cerca de R$ 368 mil) por ter enviado um vídeo para patrocinadores da entidade com supostos erros de arbitragem após o primeiro jogo da decisão da Libertadores do ano passado.

O clube tricolor tem até sete dias para recorrer da decisão. Na época, o Grêmio venceu o Lanús por 1 a 0 no duelo de ida da final, em Porto Alegre, mas deixou o gramado inconformado com a atuação do árbitro chileno Júlio Bascuñan.

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, chegou a viajar para Assunção, no Paraguai, e se reuniu com representantes da Conmebol. O clube ainda oficializou as reclamações e, para pedir apoio à CBF, editou um vídeo com esse e outros erros. As imagens foram enviadas também aos patrocinadores da Conmebol.

Blog com A TARDE

 

Conmebol dobra premiação de finalistas da Copa Libertadores
   24 de dezembro de 2017   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para Troféu da Libertadores

 

Depois de realizar o sorteio dos grupos da Copa Libertadores e da Sul-Americana do próximo ano, a Conmebol afirmou que irá aumentar a premiação para campeões e vice-campeões das competições internacionais.

Dirigentes da Conmebol se reuniram em Assunção e definiram que o grande vencedor da Copa Libertadores receberá, nos próximos anos, o dobro da quantia que havia sendo paga, que era de aproximadamente R$ 9,8 milhões. Agora, o vencedor leva para casa cerca de R$ 19,7 milhões.

A decisão de dobrar a premiação dos finalistas partiu da gestão do presidente Alejandro Domínguez, que tem como objetivo “gerar mais valor para o futebol e investir maiores recursos para o desenvolvimento do esporte”. O vice-campeão da edição 2018 da Copa Libertadores também teve sua premiação dobrada: foi de aproximadamente R$ 4,9 milhões para R$ 9,8.

A última edição da Liberta, vencida pelo Grêmio, concedeu entre todos os times participantes a quantia de R$ 325.644.450 milhões, enquanto em 2018 a estimativa é de gastar R$ 341.770.350.

Blog com Terra Esportes

Delator de Ricardo Teixeira, uruguaio driblou o FBI e hoje vive em casa
   13 de setembro de 2017   │     0:03  │  0

O dirigente uruguaio Eugenio Figueredo chegando ao Uruguai, em 2015

Eugenio Figueredo, 85, sai de casa todas as segundas, quartas e sextas de manhã. Fica quatro horas na sede das empresas da família e volta para o luxuoso condomínio fechado onde reside, na Rambla Kibon, próximo à praia de Pocitos, em Montevidéu.

Um apartamento na região custa, em média, US$ 800 mil (cerca de R$ 2,5 milhões).

O ex-presidente da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), entre todos os acusados de corrupção na investigação aberta nos Estados Unidos, foi o único a conseguir driblar a Justiça dos EUA e fazer a delação em seu país de origem, onde permanece em prisão domiciliar.

“Era a nossa oportunidade de conseguir um acordo para ele [Figueredo]. No Uruguai, sabíamos que haveria um processo justo”, diz a advogada do ex-dirigente, Karen Pintos.

Preso na Suíça no final de maio de 2015 com outros cartolas da Fifa, Figueredo seria mandado para os Estados Unidos, como aconteceu com o ex-presidente da CBF, José Maria Marin. A tacada da advogada do uruguaio foi fechar acordo com a Justiça uruguaia.

Em troca de um pedido de extradição do seu país natal, seu cliente contaria tudo o que sabia sobre os esquemas de corrupção na Conmebol.

Cumpriu. Figueredo complicou a vida de cartolas de clubes e empresários envolvidos na compra de direitos de transmissão. Deu detalhes sobre como usava empresas para lavar dinheiro de contratos de TV negociados pela Conmebol. Disse em quais bancos ele e outros dirigentes tinham contas secretas.

Denunciou a ligação do presidente do Peñarol, Juan Pedro Damiani, com sociedades anônimas para a compra de estúdios. Mostrou que o dinheiro ilegal era lavado em investimentos imobiliários por uma empresa de origem suíça.

Envolveu o então presidente da federação uruguaia, Sebastián Bauza, da argentina, Julio Grondona; e de Ricardo Teixeira, que comandou a CBF de 1989 a 2012.

Teixeira é réu nos EUA e está sendo investigado na Espanha. Hoje, mora no Rio e não pretende deixar o Brasil.

Em 2013, foi aberta a investigação chamada de “caso Conmebol”. Equipes uruguaias e a Mutual Uruguaia de Futebolistas Profissionais (o sindicato da categoria) denunciaram a existência de uma associação de dirigentes que se apropriavam do dinheiro que deveria ser repassado aos atletas e ao sindicato.

O cabeça deste esquema seria Eugenio Figueredo.

Até abril de 2016, o cartola ficou preso no Cárcel Central, em Montevidéu, à espera de julgamento por lavagem de ativos e fraude (pena de dois a 15 anos de prisão). Após cirurgia, a juíza Maria Elena Mainard ordenou que ele passasse a prisão domiciliar.

Blog com FOLHA DE SÃO PAULO

Conmebol estende prazo de trocas na Libertadores e na Sul-Americana
   30 de junho de 2017   │     0:01  │  0

A Conmebol resolveu mais uma vez modificar os regulamentos da Copa Libertadores da América e também da Copa Sul-Americana. A entidade já havia anunciado a liberação para que os clubes pudessem trocar não mais apenas três, e sim até seis jogadores da lista inicial de inscritos para as oitavas de final da Libertadores e para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Agora, além disso, a Conmebol resolveu dar mais tempo para que os clubes possam buscar reforços no mercado e estendeu o prazo final para a entrega das listas para até 48h antes do duelo de volta das respectivas fases de cada torneio.

Com isso, o Palmeiras, por exemplo, terá até o dia 7 de agosto para fechar seu grupo. Antes, o alviverde, um dos mais fortes do continente financeiramente, tinha até a próxima segunda-feira para definir suas trocas, já que a partida contra o Barcelona-EQU está marcada para a quarta-feira da próxima semana e o confronto de volta acontecerá dia 9 de agosto.

O Santos, outro paulista que segue vivo na briga pelo título, terá uma situação ainda melhor que a de seu rival no Estado, pois enfrentará o Atlético-PR apenas dia 10 de agosto pelo jogo de volta das oitavas de final, o que dá tanto ao Peixe quanto ao Furacão um dia a mais no mercado.

O Corinthians, que enfrentou o Patriotas pela segunda fase da Copa Sul-Americana, já havia fechado suas inscrições, mas agora volta a ter a oportunidade de mexer no seu elenco até o dia 24 de julho.

Vale destacar que as seis trocas não precisam ser feitas necessariamente de uma só vez. Os clubes podem, por exemplo, formalizar três trocas antes do duelo de ida e três trocas após esse confronto, desde que aconteçam com até 48 horas de antecedência ao jogo da volta.

Até o momento a Conmebol não se manifestou sobre a segunda janela usada pelos clubes para substituir atletas inscritos. Dessa forma, segue valendo o direito a três trocas antes das semifinais das competições.

Blog com Terra Esportes

Conmebol pune Universidad de Chile por confusão no estádio do Corinthians
   11 de maio de 2017   │     0:04  │  0

Resultado de imagem para Confusão dos chilenos no jogo contra o Corinthians

Torcedores chilenos bateram de frente com os policiais em São Paulo (Foto: Divulgação)

A Conmebol puniu o Universidad de Chile com três partidas como visitante, em torneios internacionais, sem a presença de seus torcedores, por conta dos incidentes no jogo contra o Corinthians, em São Paulo, no mês passado, pelo primeiro confronto da Copa Sul-Americana.

No jogo disputado na Arena Corinthians, torcedores chilenos entraram em confronto com a Polícia Militar, terminando com 26 detidos.

Para além da sanção, a entidade que comanda o futebol sul-americano aplicou uma multa de US$ 80 mil ao clube chileno.

Pablo Silva, CEO da Azul Azul, que administra a Universidad de Chile, não concordou com a pena.

“A punição não parece justa. O futebol é feito com a torcida visitante”, disse em entrevista à “Rádio BioBio”, o dirigente acrescentou que “infelizmente estas coisas aconteceram, fatos isolados, mas vamos respeitar a decisão da Conmebol”.

Depois da confusão, a Universidad de Chile se comprometeu em pagar os danos cometidos por seus torcedores no estádio corintiano. A quantia pelas destruições nos assentos, banheiros e vidros é de R$ 70 mil.

Universidad de Chile e Corinthians fazem nesta quarta-feira o jogo de volta, desta vez no Estádio Nacional, em Santiago. O primeiro confronto foi vencido pela equipe paulista pelo placar de 2 a 0.

Blog com Terra Esportes