Category Archives: Conmebol

São Paulo estreia na Libertadores em 6 de fevereiro; Palmeiras joga na Colômbia
   22 de dezembro de 2018   │     0:03  │  0

O São Paulo fará o seu primeiro jogo no dia 6 de fevereiro, uma quarta-feira, contra o Talleres, na cidade de Córdoba, na Argentina, a partir das 21h30. O duelo da volta será exatamente sete dias depois, no mesmo horário, no estádio do Morumbi, na capital paulista.

Caso avancem na competição, Atlético-MG e São Paulo jogarão nas duas semanas seguintes pela terceira e última fase preliminar. Daí, se conseguirem a classificação, já estão na fase de grupos, que tem seu início previsto para o dia 5 de março.

Na primeira rodada, entre 5 e 7 de março, todos os outros seis clubes brasileiros na disputa, já garantidos na fase de grupos, farão as suas estreias como visitante. O Palmeiras jogará na Colômbia contra o Junior Barranquilla; o Athletico-PR terá pela frente o Deportes Tolima, também em solo colombiano; o Cruzeiro estará na Argentina para pegar o Huracán; o Grêmio visitará o Rosario Central, também no país vizinho; o Flamengo atuará na Bolívia contra um rival a ser definido; e o Internacional poderá estrear na capital paulista se o São Paulo avançar.

SUL-AMERICANA – Os seis representantes do Brasil jogarão pela primeira fase da competição no mês de fevereiro. A primeira a estrear é a Chapecoense, campeã em 2016, que jogará contra o Unión La Calera, no Chile, no dia 5. O Botafogo faz seu primeiro jogo no dia seguinte contra o Defensa y Justicia, da Argentina, no Rio de Janeiro, e o Bahia recebe o Liverpool, do Uruguai, em Salvador, no dia 7.

Na segunda semana de jogos, será a vez dos outros três clubes estrearem. O Santos joga no Uruguai contra o River Plate, no dia 12, o Fluminense recebe o Deportivo Antofagasta, do Chile, no Rio de Janeiro, no dia seguinte, e o Corinthians encara o Racing, da Argentina, em São Paulo, no dia 14. Os duelos de volta acontecerão entre os dias 19 e 27.

ESTADÃO Conteúdo

Campeão da Libertadores vai ganhar R$ 47 milhões em 2019
   17 de dezembro de 2018   │     23:14  │  0

A Conmebol anunciou uma injeção financeira na Libertadores que vai equiparar o maior torneio do continente aos valores da milionária Copa do Brasil. A premiação, que já tinha dobrado de US$ 3 para US$ 6 milhões de 2017 para 2018, agora passará a ser de US$ 12 milhões, segundo apurou o GloboEsporte.com. Ou seja, o campeão em 2019 vai faturar uma bolada de aproximadamente R$ 47 milhões, bem próximo dos R$ 50 milhões da mais rica competição brasileira.

Atlético-MG, Athletico, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras e São Paulo estarão na briga pela premiação recorde a nível sul-americano. Um aumento das cifras já estava previsto a partir do ano que vem, quando a Conmebol passará a receber os valores do novo contrato de transmissão televisiva até 2022. Porém, ainda não estava definido como seria repartida a quantia para os torneios. Presidente da entidade, Alejandro Domínguez irá anunciar oficialmente os novos prêmios à noite, durante o sorteio da Libertadores e da Sul-Americana.

Outra novidade será o aumento do cachê de participação dos brasileiros, uma reivindicação antiga dos clubes, já que o país representa mais de 50% do faturamento da entidade com os torneios que organiza. Na reunião com Alejandro Domínguez, que durou uma hora e meias e contou também com a presença da CBF, os dirigentes explicaram como vai funcionar a redistribuição interna dos valores de cotas de televisão no Brasil a partir de 2019 e ouviram da Conmebol que ela também irá abandonar o modelo de distribuição igualitária entre seus filiados.

Participaram do encontro Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras; Mário Celso Petraglia, presidente do Comitê Deliberativo do Atlético-PR; Benecy Queiroz, supervisor do Cruzeiro; Roberto Melo, vice de futebol do Internacional; Carlos Amodeo, CEO do Grêmio; Luiz Eduardo Baptista, o BAP, vice de relações externas do Flamengo; Fernando Bracalle, diretor adjunto de futebol do São Paulo; além de Rogério Caboclo, Fernando Sarney e Manoel Flores, respectivamente presidente, vice-presidente e diretor de competições da CBF.

Blog com Globoesporte

Reunião em La Paz começa a definir sedes da Copa América no Brasil
   19 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

A Copa América de 2019, no Brasil, começou a ter uma definição durante encontro encerrado ontem na Bolívia. Em La Paz, o Conselho Executivo da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) se reuniu com dirigentes de países sul-americanos para analisar e fechar quais serão os estádios da próxima edição do torneio, a ser realizado em junho do próximo ano.

O encontro teve início na tarde da última segunda-feira, terminando no final da tarde passada. O representante brasileiro foi Rogério Cabloco, presidente eleito da CBF para o mandato de 2019 a 2023.

A principal indefinição sobre a Copa América é sobre os estádios. Em São Paulo, por exemplo, a Arena Corinthians desistiu de receber partidas do torneio. Allianz Parque e Morumbi são os candidatos a compartilharem o papel de sede na capital paulista. A casa são-paulina, inclusive, é a favorita a receber a partida de abertura da competição, em 7 de junho.

No encontro, o comitê organizador do torneio, representado por Caboclo, apresentou o relatório dos estádios para a análise dos presentes. Entre outras pendências importantes, estão a sede em Porto Alegre, que poderá ser a Arena Grêmio, o Beira-Rio ou ambos. A tendência é o Maracanã ser apontado como o palco da final, em 30 de junho.

Estádios

O torneio tem como estádios definidos, além do Maracanã, o Mineirão, em Belo Horizonte, e a Fonte Nova, em Salvador. A competição terá os dez países da América do Sul e mais os convidados Japão e Catar. A Copa América representa uma nova chance para o técnico Tite conquistar o primeiro título no comando da seleção brasileira.

ESTADÃO conteúdo

Lambança: final única da Libertadores 2019 será em Santiago; final da ‘Sula’ será em Lima
   17 de agosto de 2018   │     0:04  │  0

A partir do ano que vem, duas competições importantes para os nossos clubes, a Taça Libertadores e a Copa Sul-Americana, (foto: Reprodução / Conmebol), serão disputadas com a decisão em um jogo só. pior ainda: nesta semana a Conmebol divulgou os locais que receberão as decisões dos torneios em 2019. A final da Liberta será em Santiago (Chile) e a da “Sula” será em Lima (Peru).

“Estas decisões obedecem ao objetivo estratégico de potenciar o desenvolvimento esportivo do futebol sul-americano mediante maiores recursos, mais investimentos e melhores padrões em todos os níveis. Além de gerar mais renda para reinvestir no desenvolvimento esportivo, a final única será uma grande oportunidade para a América do Sul dar um grande salto em infraestrutura esportiva, organização de eventos, controles de segurança, conforto e atenção nos estádios e na promoção regional e mundial dos nossos torneios, clubes e jogadores. As finais únicas da CONMEBOL Libertadores e da Sul-Americana serão eventos que inspirarão todos os sul-americanos a pensarem grande”, disse Alejandro Domínguez, presidente da entidade.

Em 2018, as competições seguem no mesmo formato dos últimos anos. Na Libertadores, são seis clubes brasileiros ainda vivos na briga pelo título: Flamengo, Cruzeiro, Santos, Corinthians, Palmeiras e Grêmio (atual campeão). Na ‘Sula’, são cinco: Botafogo, Bahia, Fluminense, Atlético-PR e São Paulo.

Lamentável que os clubes brasileiros não contestaram essa decisão. Chegar na decisão, notadamente da Libertadores, em casa, soma bastante. Serão finais em ambientes diferentes, sem torcidas dos clubes classificados e sem faturamento que justifique o investimento para chegar às finais da competição.

Blog com EXTRA

 

CRB tem desafio no Castelão/CE; Cabo pode mudar o CSA
   24 de abril de 2018   │     10:37  │  1

O técnico Júnior Rocha ainda não informou a escalação do CRB. Depois do treino tático realizado com portões fechados na tarde de ontem, em Fortaleza, antes da terceira rodada do Brasileiro, é provável que o Galo tenha alterações na sua formação. Sábado passado contra o Vila, o time evoluiu na etapa final e isso deve ser decisivo para a nova escalação.

O treinador deixou algumas pistas do que pode fazer para a partida da noite de hoje, logo mais às 21h30, contra o Fortaleza. O volante Willians Fernandes foi mal no último jogo, saiu ainda no intervalo, e a tendência é que Feijão volte à equipe. Outra mudança pode ser no ataque.

Neto Baiano jogou mais que Rafael Costa contra o Vila, é o artilheiro do time no ano, com 12 gols, e tem mais chances de comandar o ataque na Arena Castelão.

O zagueiro Flávio Boaventura perdeu espaço no elenco, nem viajou, e Everton Sena pede passagem. Foi bem no último jogo. Assim, a provável formação do Galo tem: João Carlos; Diogo Mateus, Everton Sena, Anderson Conceição e Diego; Feijão, Lucas, Edson Ratinho e Tinga; Diego Rosa e Neto Baiano.

Rocha disse que já pode ser cobrado pelos dois primeiros jogos, derrotas contra o Campinense e Vila Nova, mas vai precisar de tempo para fazer os ajustes necessários. Ele fala que o objetivo é dar equilíbrio tático à equipe.

– Eu gosto de pressão na bola, lá em cima, mas, para isso, a gente precisa treinar muito mais. Eu gosto de futebol ofensivo, mas não vulnerável. Não posso priorizar a parte ofensiva e esquecer a parte defensiva. Precisamos de equilíbrio – comentou Rocha.

MARCELO CABO TESTA ALTERAÇÕES NO CSA

O técnico Marcelo Cabo mostrou que costuma usar um jogador improvisado em outra posição. Ele deixa, geralmente, para mudar a função e o esquema do time durante o segundo tempo. Na sexta, o volante Edinho acabou a partida como zagueiro, e o atacante Niltinho recuado para o meio-campo. Soltou o time ao ataque e, com pouco mais de dois meses no CSA, o treinador indica que pretende variar o esquema mais vezes durante a Série B.

Quando Ferrugem foi regularizado, Cabo destacou as características de jogo do volante. É mais um que vai entrar na lista para variar o esquema do time. Ele estreou na sexta, contra o São Bento.

– Pretendo usar o Ferrugem como segundo volante, um jogador que faça o corredor, tem a saída, ele tem a qualidade de romper linha. Um jogador com técnica apurada e tem a saída pela direita muito boa, mal comparando como o que o Everton Heleno fazia aqui. Um volante que sai, pisa na área, finaliza bem à distância e posso usar também como extremo pelo lado direito e lateral. O Ferrugem faz bem o lado direito, com exceção de zagueiro – disse o treinador, antes da última partida.

Cabo disse que essa variação é uma característica de jogo que o agrada e não pretendia deixar o time apenas em um esquema. Ele já usou, durante o Alagoano e Nordestão, o lateral Celsinho e o volante Dawhan como zagueiros, o lateral Lennon mais avançado no meio-campo e Taiberson como centroavante.

Blog com matérias do Globoesporte/AL