Category Archives: Conmebol

Libertadores pode ter jogos sem público
   6 de abril de 2020   │     0:05  │  0

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), afirmou em entrevista à Reuters que a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana não estão descartadas de ainda acontecerem neste ano, mesmo que isso signifique jogos sem torcida.

“A Libertadores pode recomeçar quando os campeonatos locais recomeçarem, embora a questão de transporte também seja importante, tendo em vista que a maioria dos países fechou suas fronteiras”, afirmou. “Acho que as coisas voltarão ao normal, mas isso vai levar tempo. E é claro que quero ver os estádios cheios, mas se a maneira de recuperar o futebol é jogar sem torcedores, é assim que vamos agir.

Programados para terminar em novembro, ambos os campeonatos estão suspensos desde março devido a pandemia de coronavírus e, caso sejam retomados, o transporte deve ser o grande problema para as 76 equipes que ainda estão envolvidas.

Questionado sobre quando acredita que as partidas devem recomeçar e como seria o futebol após a pandemia, o paraguaio afirmou: “Acho difícil fazer qualquer análisa porque, no momento, ainda estamos chocados”.

Blog com ESPN

Conmebol bate recorde de faturamento
   4 de abril de 2020   │     15:00  │  0

Entidade registra em 2019 o ano mais positivo da história com arrecadação de R$ 2,6 bilhões.

Alejandro Domínguez disse que faturamento poderá resolver problemas causados pelo coronavírus (Foto: Divulgação/Conmebol)

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta quinta-feira que registrou em 2019 o ano mais positivo da história. Durante o 72.º congresso da instituição, realizado por videoconferência, a entidade revelou teve o faturamento recorde de R$ 2,6 bilhões e confirmou ainda que criou um fundo de reservas de R$ 142 milhões para ser utilizado em caso de emergências.

Segundo os números divulgados pela Conmebol, o faturamento do ano passado registra um aumento de 146% em relação aos número de 2015, ano em que o atual presidente, o paraguaio Alejandro Domínguez, assumiu o cargo. O estudo, realizado por uma consultoria, mostra ainda que a entidade registrou um aumento do patrimônio em R$ 158 milhões e não possui mais dívidas bancárias.

Mesmo com os bons números, Alejandro Domínguez ressaltou que o poderio financeiro da instituição será importante para resolver possíveis problemas no futebol causados pela pandemia do novo coronavírus. “Com a casa em ordem e finanças sólidas poderemos encarar essas circunstâncias excepcionais com confiança e com a capacidade de respostas necessária, tanto na parte financeira como institucional”, disse.

Recentemente, a Conmebol liberou aos clubes participantes da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana cerca de R$ 205 milhões. O valor se refere a 60% do total de cota de participação nessas competições e servirá para as equipes diminuírem os prejuízos durante essa paralisação causada pela pandemia do novo coronavírus.

Embora não voltado para o combate à pandemia, o novo fundo criado pela Conmebol no valor de R$ 142 milhões poderá ser também um socorro financeiro para esse período. O destino da verba será analisado pelo Conselho da Conmebol, composto pelos dez presidentes das confederações nacionais do continente.

No ano passado, a organização da Libertadores rendeu à Conmebol cerca de R$ 854 milhões e a Sul-Americana trouxe outros R$ 274 milhões. A entidade organizou ainda a Copa América no Brasil, que segundo Alejandro Dominguez, teve a maior arrecadação da história do torneio. O valor, porém, não foi revelado.

Blog com Esportes Band

Conmebol vai esticar eliminatória Sul-Americana
   29 de março de 2020   │     19:00  │  0

Conmebol já planeja esticar a disputa da eliminatória sul-americana para a Copa do Mundo até abril de 2022, data em que a Fifa tem como plano fazer o sorteio das chaves.

“Pedimos a suspensão das datas [da eliminatória] em março e pedimos para usar as datas de abril de 2022, que coincidiria, me desculpe se não estou totalmente preciso, com a repescagem ou com o pré sorteio da Copa”, disse Alejandro Domínguez para a SNTV, na última quinta-feira.

“Então a ideia é que eles nos permitam isso, e façam o calendário mais flexível, para que eventualmente a Conmebol possa estender as Eliminatórias, se necessário”, disse.

Domínguez disse que é prioridade de todo o dirigente de futebol ajudar os clubes e os jogadores nesse momento em que a incerteza causada pela pandemia do coronavírus obrigou uma quarentena mundial. Muitos campeonatos nem sequer sabem se serão concluídos.

“Surpreendeu-me um pouco as palavras do presidente [da Fifa, Gianni] Infantino. Não é hora de falar de planos. Agora temos que falar da importância do momento que vivemos, como ajudar, apoiar jogadores, clubes e membros da associação. Como priorizar a saúde sobre a política”, disse.

“O momento é inoportuno. Ele nunca falou suas ideias para nós. Em particular, se necessário, seria importante para ele falar as ideias, mas não é a hora falar do futuro, porque em qualquer caso é um debate que deve ter lugar por muito tempo”, acrescentou.

O mandatário usou como exemplo medidas inéditas no continente. Ele liberou o pagamento antecipado das cotas de televisão pela transmissão das partidas da fase de grupos do torneio.

“Entendemos que estamos fazendo um controle que nos permite hoje, ter o dinheiro e o fluxo necessário. Parece importante para nós transferir esse dinheiro, mesmo que a fase não tenha terminado. Estamos na fase de grupos da Copa Libertadores e da [fase inicial da] Copa Sul-Americana, e acreditamos que é uma oportunidade para adiantar o dinheiro”, explicou.

“Estamos falando de $65 milhões [R$ 326 milhões], o que representa 60% dos valores de participação nessa fase. Acreditamos que é apropriado, uma demonstração de apoio e prioridades.”

A Conmebol suspendou no início da semana passada todos os jogos previstos para a terceira rodada da Copa Libertadores e também pela as partidas da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Blog com ESPN

Competições da Conmebol só terão jogos em maio
   20 de março de 2020   │     0:02  │  0

A Conmebol confirmou nesta que a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana vão seguir suspensas até o dia 5 de maio. Inicialmente, a paralisação das duas competições era restrita às próximas semanas.

No caso da Libertadores, a entidade havia suspendido somente a terceira rodada da fase de grupos, que seria disputada nesta semana. No caso da Sul-Americana, ainda falta realizar o sorteio para definir os próximos confrontos, então sem datas definidas.

“A Conmebol comprometida com a prevenção do Covid-19, sob o risco de sua expansão, e em salvaguarda dos jogadores, técnicos, delegados, árbitros, dirigentes, imprensa e torcedores, decidiu suspender as reuniões da Libertadores previamente agendadas, inicialmente até 5 de maio de 2020″, anunciou a entidade. Além disso, a Sul-Americana, na ausência do sorteio para a segunda fase, também está temporariamente suspensa, até a mesma data.”

O Flamengo defende o título da Libertadores conquistado em 2019

O Flamengo defende o título da Libertadores conquistado em 2019

 

A Conmebol apontou a data de previsão do retorno das competições, mas não revelou detalhes sobre a nova tabela de jogos. É possível que tanto a Libertadores quanto a sul-americana sejam disputadas em datas reservadas anteriormente para a Copa América, em junho. A competição de seleções foi adiada para o próximo ano.

Enquanto isso, a entidade pediu cuidado e atenção aos times em meio à pandemia do coronavírus. “Pedimos aos clubes que mantenham as devidas diligências para evitar a propagação do vírus e que cumpram os protocolos de prevenção sugeridos pelas autoridades competentes. É um momento de cooperação e responsabilidade para toda a comunidade e o futebol não pode ser ignorado.”

Blog e Futebol Interior

Conmebol adia Copa América para 2021
   17 de março de 2020   │     10:38  │  0

A Conmebol decidiu adiar a Copa América de 2020 para 2021. A decisão se dá pela pandemia de coronavírus, que interrompeu competições no mundo todo e mexe com o calendário esportivo.

A entidade sul-americana usará o mesmo período no calendário que foi escolhido pela Uefa para a Eurocopa: de 11 de junho a 11 de julho. O torneio se mantém em Argentina e Colômbia.

A decisão de adiamento quase simultânea de Conmebol e Uefa não foi por acaso. As entidades estreitaram relações nos últimos tempos.

A mudança já feita no calendário inviabiliza um projeto da Fifa: o novo Mundial de Clubes, que seria alocado em meados de 2021, ocupando um espaço que antes era da extinta Copa das Confederações.

A Copa América entraria neste ano em um novo formato, com dois grupos de seis seleções. Austrália e Qatar são os convidados para a edição que acabou adiada.

O adiamento da Copa América se soma à suspensão das partidas pelas Eliminatórias Sul-Americanas.

Blog com EXTRA