Category Archives: CLUBES

Sequência irregular do São Paulo não preocupa Raí: ‘Temos um grupo muito forte’
   26 de setembro de 2018   │     0:01  │  0

Resultado de imagem para Raí, dirigente do São Paulo

A recente sequência irregular do São Paulo no Brasileirão não preocupa Raí, diretor-executivo de futebol, (foto acima/SPFC). Para o ídolo são-paulino, o grupo atual do time é “muito forte” mentalmente e está pronto para segurar a pressão de liderar o campeonato. Apesar de ocupar o primeiro lugar da tabela, o São Paulo obteve apenas uma vitória nos últimos cinco jogos.

“O fato é que faltam 12 rodadas e o São Paulo está na liderança. Tem um ponto à frente e tem um grupo muito forte, em campo e também mentalmente”, disse Raí à rádio Globo ao ser questionado sobre estudos de probabilidade que mostram o São Paulo somente na terceira colocação entre os mais cotados a ficar com o título.

“Temos um grupo comprometido entre eles. É um grupo maduro e muito solidário. Eles se sentem bem juntos, isso é importantíssimo. E é difícil de medir em termos de probabilidade. Estamos otimistas e a briga vai ser grande. É natural que existam estudos de probabilidades, que se vislumbre um campeonato bastante equilibrado. Esse é o normal, o que se espera de um Brasileirão.”

A irregularidade recente culminou no empate por 1 a 1 com o América-MG, no sábado, no Morumbi, em jogo no qual o São Paulo já contava com os três pontos. O time só não perdeu a ponta porque o rival Internacional empatou com o Corinthians pelo mesmo placar. Por outro lado, o Palmeiras venceu mais uma e embolou a briga pela vice-liderança.

“Sabemos que houve sequências melhores do que a desses últimos jogos, mas nosso time conseguiu um padrão de jogo. No sábado teve várias chances de matar o jogo, foi até melhor no segundo tempo do que no primeiro, mas o futebol muitas vezes não perdoa quando você não mata o jogo. A torcida obviamente fica chateada, mas eles podem ter certeza de que o grupo que trouxe o São Paulo até a liderança está forte e com o otimismo intocável”, afirmou.

Com o empate no sábado, o São Paulo chegou aos 51 pontos, apenas um à frente de Palmeiras e Inter – o rival paulista é o segundo colocado por ter melhor saldo de gols. O time do Morumbi volta a campo no domingo para visitar o Botafogo no Engenhão, no Rio de Janeiro.

ESTADÃO conteúdo

Desfalques evidenciam problemas no São Paulo neste 2º turno
   25 de setembro de 2018   │     0:03  │  0

Imagem relacionada

 

O São Paulo entrou em campo no último sábado, contra o América-MG, sem cinco jogadores. Destes, três são considerados titulares absolutos pelo técnico Diego Aguirre, (foto acima/Globoesporte), que tentou suprir, sem sucesso, as carências no improviso, colocando Rodrigo Caio de lateral-direito e Liziero de ponta esquerda, além de Everton Felipe na vaga de Rojas.

Suspensos, Bruno Alves e Joao Rojas não puderam ser relacionados. Araruna, com contratura muscular, Bruno Peres, aprimorando a forma física após um estiramento no músculo adutor direito, e Everton, com desconforto na região posterior da coxa esquerda, também acabaram ficando de fora do duelo com o Coelho.

O camisa 10 do São Paulo, Nenê, não crê que os jogadores ausentes estejam fazendo tanta falta assim para a equipe. O Tricolor até criou outras oportunidades para matar o jogo, porém, não teve a eficiência necessária para evitar o pior.

“Não concordo, acho que de qualquer maneira as chances nós tivemos. Poderíamos ter feito mais um gol, por exemplo. Mas, com certeza, são jogadores importantes, que fazem falta. Só não vejo esse ponto como chave para os resultados que a gente vem conquistando”, concluiu.

O próximo jogo do São Paulo será no domingo, 30/09, contra o Botafogo, no Rio Janeiro.

Blog com Gazeta Press

Magrão lamenta derrota para Palmeiras, mas acredita em recuperação do Sport
     │     0:02  │  0

Experiente goleiro acredita em recuperação do Sport (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

 

O Sport foi derrotado para o Palmeiras por 1 a 0, em plena Ilha do Retiro, em Recife. Com isso, a equipe chegou à quinta partida sem vitória, com três derrotas e um empate, e permanece na 19ª colocação no Brasileiro Série A, com 24 pontos. Apesar da situação delicada, o goleiro Magrão acredita na recuperação do clube.

“Temos chances ainda. É claro que cada rodada que passa, dificulta, mas temos que buscar pontos fora de casa. Agora é levantar a cabeça e trabalhar para contra o Atlético-MG buscar uma vitória”, afirmou o experiente goleiro ao Premiere.

O treinador Eduardo Baptista havia planejado conquistar sete vitórias nas últimas sete partidas atuando em Pernambuco. Agora, restam seis jogos como mandante.

Na próxima rodada, o Leão visita o Atlético-MG, no estádio Independência, em Minas Gerais, no domingo, dia 30 de setembro, às 16h (de Brasília).

Penúltimo na tabela, o Leão da Ilha precisa reagir imediatamente para não cair nesta temporada, trocando o Brasileiro da Série A pela B.

Blog com Gazeta Esportiva

Eduardo Bandeira de Mello pode sofrer impeachment por usar Flamengo em campanha
     │     0:01  │  0

Presidente do Flamengo, Bandeira de Mello diz estar muito decepcionado com CBF

O presidente Bandeira, (foto acima/Armando Paiva), está vivendo um momento delicado no Flamengo. Em meio a uma situação política conturbada por conta da eleição do clube em dezembro, ser candidato a deputado federal está gerando acusações e pedidos de impeachment nos conselhos do clube. Na última sexta-feira, mais uma solicitação de punição foi formalizada pelo conselheiro Tulio Rodrigues. O fato foi revelado em matéria do ‘Uol’.

Segundo relatório do associado, artigos do estatuto do Flamengo estão sendo feridos sistematicamente por Bandeira em sua campanha para deputado. O nome do clube tem sido utilizado pelo presidente em seus discursos, comícios e em propaganda eleitoral gratuita.

Por conta disso, configuraria uso da instituição para fins políticos, segundo a denúncia. Tal manobra poderia acarretar uma suspensão de 360 dias ou eliminação do quadro, segundo o estatuto do Flamengo.

Uma comissão de inquérito vai ser nomeada pelo Conselho Deliberativo e terá um prazo de 60 dias para decidir o parecer sobre a conduta de Bandeira. Com aproximadamente três meses de mandato pela frente, são poucas as chances de impeachment pelo longo processo.

Entretanto, no documento é solicitada urgência no caso e punição ao presidente. Caso demore mais que o esperado e ultrapasse o fim da gestão, os direitos políticos do atual presidente serão avaliados pelo Conselho de Administração.

Esse já é o segundo pedido de impeachment contra o presidente. O primeiro, feito pelo grupo político Flamengo da Gente já está em curso e cobra punições severas diante do material coletado na campanha eleitoral. Mesmo próximo do fim de ciclo, é um momento difícil para Bandeira, apesar do seu fantástico trabalho de recuperação financeira do clube de maior torcida do Brasil.

Blog com O DIA

Para matemático, Vasco precisa dobrar pontuação dos últimos 12 jogos para escapar da queda
   24 de setembro de 2018   │     0:04  │  0

Alberto Valentim: missão delicada no Vasco
Alberto Valentim: missão delicada no Vasco (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

 

Com três rebaixamentos desde 2008 (e em sua história), o Vasco tem, novamente, encontrado dificuldades no Brasileiro. Tanto que é apenas o 18º colocado, com 25 pontos. Segundo o matemático Tristão Garcia, do site “Infobola”, no momento, a equipe de Alberto Valentim, que hoje recebe o Bahia, em São Januário, tem 65% de chances de cair:

— A situação do Vasco preocupa porque ele vem em decadência de resultados. Já vinha mal e piorou. Na penúltima sequência de seis jogos, conquistou 0,83 ponto por jogo. E, na última, fez menos ainda: 0,67. Há uma crise de resultado, o time não faz um ponto por partida.

Olhando em perspectiva para a trajetória vascaína, alerta Tristão, é nítida a queda de rendimento:

— Nas 12 primeiras rodadas, foram 16 pontos. E apenas nove nas últimas 12.

Para o matemático, atualmente, 46 pontos são o mínimo necessário para escapar do rebaixamento. Com menos do que isso, só contando com a sorte. Ou seja, a equipe precisa melhorar o quanto antes o aproveitamento:

— Precisa urgentemente reagir: 21 pontos em 14 jogos é o dobro do que o Vasco fez nos últimos 12. Historicamente, 1,5 ponto por partida sempre garantiu G-8. É o que o time precisa fazer — explica Tristão, com outro alerta:— Oito dos confrontos que faltam serão fora de casa, onde o time ainda não venceu.

A “boa” notícia é que, de acordo com Tristão, este não é um ano dificílimo de escapar da degola.

— Mas você não sabe se os times vão seguir pontuando ou se vão estacionar. O Paraná (lanterna) já estacionou.

Blog com EXTRA