Category Archives: CBF

Seleção Brasileira tenta agendar amistoso na Rússia antes da Copa
   27 de junho de 2017   │     0:04  │  0

Como forma de preparação para a Copa do Mundo de 2018, a Seleção Brasileira tenta agendar uma partida na Rússia, contra os anfitriões do torneio. Espera-se ainda que o time pentacampeão mundial encare no fim do ano ao menos duas equipes de grande porte.

“Não negamos que é um objetivo nosso jogar contra a Rússia lá, porque isso nos proporcionaria uma preparação muito interessante, porém existe uma burocracia por trás de tudo isso, porque a Rússia também tem uma agenda interessante”, disse o coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar.

Além do amistoso diante dos russos, a CBF trabalha para testar a Seleção contra equipes de maior tradição em novembro, a exemplo do que foi feito no clássico com a Argentina, no último dia 9, quando o técnico Tite amargou sua primeira derrota à frente do Brasil.

“A ideia é jogar com a seleção mais forte possível e tentar juntar todas as dificuldades possíveis. Ou seja, jogamos com uma Argentina que atuou com três zagueiros, dois alas espetados, um esquema tático que não tínhamos enfrentado ainda. Embora o resultado não tenha sido dos melhores, foi positivo para nós. Jogamos bem, mas contra um sistema que não tínhamos enfrentado e que podemos encontrar na Copa do Mundo”, encerrou.

Blog com Terra Esportes

Finalizações viram prioridade para Tite; Bolas aéreas também preocupam
   11 de junho de 2017   │     0:04  │  0

Tite orienta sua equipe durante treino em Melbourne, na Austrália (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

 

As jogadas de bola aérea e as finalizações são os principais itens a serem trabalhados pelo técnico Tite nos próximos dias. A derrota para a Argentina escancarou a necessidade de os jogadores brasileiros aprimorarem seus arremates, já que perderam muitas chances de gol ao longo dos 90 minutos. Os cruzamentos na área verde e amarela também são riscos para o Brasil, que dos três gols que sofreu sob o comando de Tite, dois foram de bola aérea.

Com a classificação assegurada para a Copa do Mundo, Tite aproveita para fazer testes e trabalhar alguns detalhes. Após o jogo, o treinador deixou claro que irá trabalhar as finalizações com seus jogadores, não acostumados a desperdiçarem tantas chances como fizeram na última sexta-feira.

“Vamos trabalhar para ter mais precisão nas finalizações, temos que colocar o goleiro para trabalhar. Não conseguimos atacar todos os detalhes por conta do pouco tempo [de preparação], mas dá para melhorar nesse aspecto, porque essa equipe tem precisão nas finalizações”, disse Tite.

A  Seleção continua fazendo sua preparação para o amistoso da próxima terça, contra a Austrália, novamente em Melbourne. Outro aspecto que deve ser presente no treino de Tite são as jogadas de bola aérea. Titular contra a Argentina, o zagueiro Thiago Silva negou que a falha da defesa que resultou no gol dos hermanos preocupa, mas é preciso deixar o alerta ligado.

“Não preocupa, mas acho que temos que olhar um pouquinho, ter mais atenção nessas bolas que estamos tomando gol. São pequenos detalhes, mas num todo o time se comportou bem”, afirmou o capitão da Seleção Brasileira sobre o lance em que Gil teria que disputar a bola com Otamendi.

Blog com Gazeta Press

Tite experimenta time sem força máxima e perde para o maior rival do Brasil
   9 de junho de 2017   │     11:58  │  0

Argentinos comemoram gol da vitória no amistoso em que Tite não respeitou o maior rival brasileiro (Foto: Divulgação)

O Brasil não pode fazer experiência contra os argentinos, nosso maior rival. Sem Neymar, principalmente, o Brasil perdeu para a Argentina que não poupou Messi. Tite alegou que o maior jogador brasileiro da atualidade merecia uma folga. Companheiro de Neymar no Barça, jogando o mesmo número de partidas, Messi não foi poupado. Exatamente pela rivalidade que existe e que Tite desconheceu.

A realidade é que o técnico do Brasil optou por dar descanso a jogadores importantes como Marcelo (Real Madrid), Daniel Alves (Barcelona) e especialmente Neymar (Barcelona), e aproveitou o amistoso para convocar jogadores que não vinham tendo oportunidades. Rafinha, Douglas Costa, Willian e Gil, por exemplo, jogaram nesta sexta-feira (9) e puderam ter o rendimento avaliado por Tite.

O Brasil mostrou falta de entrosamento e não repetiu o mesmo nível de performance que vinha tendo. A ausência de Neymar foi a mais sentida, já que as jogadas de criatividade escassearam no campo ofensivo brasileiro.

O Brasil já volta a campo na terça-feira (13), quando enfrentará a Austrália em Melbourne em mais um amistoso.

Arivaldo Maia

 

Brasil x Argentina: Tite prepara time misto e tenta se reinventar em clássico; confira como assisitir
   8 de junho de 2017   │     20:12  │  0

Com Neymar, Tite conseguiu tirar a seleção da crise e classificá-la para a Copa do Mundo da Rússia-2018.

Apesar do excelente retrospecto da dupla, o treinador abriu mão de convocar o astro do Barcelona no jogo contra o maior rival da história do time nacional, nesta sexta-feira (9). Ele ainda fez questão de deixar outros seis titulares fora da partida que marcará a estreia de Jorge Sampaoli no comando da Argentina.

O amistoso será disputado na cidade de Melbourne, na Austrália, amahhã, a partir das 7h05 (de Brasília).

“Estou tentando me reinventar. Entro na cabeça dos técnicos, vou ver mais jogos, ver os lances de cada atleta. É o momento de planejamento”, disse Tite.

O provável time brasileiro: Weverton; Fagner, Thiago Silva, Gil e Filipe Luís; Fernandinho; Paulinho, Renato Augusto, Willian e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus.

Na terça-feira (13), a seleção fará o segundo e último jogo em Melbourne, quando enfrentará a Austrália.

Confira como você pode assistir o amistoso da manhã desta sexta-feira:

NA TV
Brasil x Argentina
7h05 (de sexta) Cultura, TV Brasil, site e perfil da CBF no Facebook, aplicativo Vivo Futebol (celular).

Blog com Folha de São Paulo

Na Austrália para amistosos, Tite completa um ano à frente do comando do Brasil
   6 de junho de 2017   │     0:03  │  0

Resultado de imagem para Tite, do Brasil

O técnico Tite completa 1 ano de sucesso comandando o Brasil (Foto: Divulgação)

 

A seleção brasileira treinou ontem pela primeira vez em Melbourne, na Austrália, onde nesta sexta-feira enfrentará a Argentina e, quatro dias depois, os donos da casa. Os amistosos marcarão o aniversário dos primeiros 12 meses de Tite à frente do time nacional. Sob a batuta do treinador, a equipe registrou nove vitórias consecutivas, recuperou a liderança do ranking mundial da Fifa e se classificou antecipadamente para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Tite foi anunciado oficialmente como técnico da seleção em 20 de junho do ano passado, seis dias após Dunga ser demitido devido à péssima campanha na Copa América Centenário, nos Estados Unidos – o Brasil acabou eliminado na primeira fase -, e à situação preocupante nas Eliminatórias.

À época, a seleção brasileira ocupava a sexta colocação e estava fora da zona de classificação para o Mundial da Rússia.Em campo, na parte que lhe pertencia, Tite tinha de passar pelo Equador na altitude de Quito e depois Colômbia, na Arena Amazônia, em Manaus, como primeiros desafios. As duas equipes estavam à frente do Brasil na tabela de classificação. A estreia com 3 a 0 sobre os equatorianos serviu de alento,e a vitória na sequência por 2 a 1 sobre os colombianos deixou a impressão de que a seleção começava a voltar aos trilhos.

A partir daí, o Brasil recuperou o apoio da torcida, voltou a se impor em campo e emendou uma sequência inédita de vitórias. Foram oito seguidas nas Eliminatórias, além do 1 a 0 sobre a Colômbia, em janeiro, em amistoso beneficente – na partida, realizada no estádio do Engenhão, no Rio, apenas atletas que atuavam no País foram chamados.

Os dois amistosos deste mês serão os primeiros que permitirão a Tite fazer os testes que sempre desejou. Sem Neymar, poupado, ele poderá avaliar como o Brasil se sai quando não puder contar com a sua principal estrela. O técnico também terá a chance de testar jogadores em outras posições. Reservadamente, o treinador já manifestou o interesse em colocar o meia Philippe Coutinho, do Liverpool, um pouco mais recuado.

Os jogos na Austrália também serão uma chance de jogadores que andavam esquecidos demonstrarem que ainda têm condições de disputar a próxima Copa do Mundo. O melhor exemplo é o zagueiro David Luiz, do Chelsea, convocado por Tite pela primeira vez e considerado pelo treinador como um atleta “versátil”.

 

ESTADÃO Conteúdo