Category Archives: automobilismo

A lisura do jogo e a canelada do STJD
   4 de novembro de 2022   │     23:00  │  0

Os jogadores do Sport tentam conter os torcedores mais exaltados, dispostos a agredir os vascaínos – (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

Nas previsões extremamente otimistas, as chances matemáticas de o Sport ascender à Série A são de 0,04%.

Porque não há como isso ocorrer se não for na associação de placares entre seu jogo contra o Vila Nova, em Goiânia, e o do Bahia contra o CRB, em Maceió.

E combinada a uma vitória do Ituano sobre o Vasco, em Itu.

Ou seja: o time carioca precisa perder no interior de São Paulo e os jogos de Sport e Bahia, fora de casa, “combinarem” os resultados.

Existe uma diferença de sete gols favorável aos baianos, e os placares dos dois jogos terão de tornar o saldo do Sport superior ao do Bahia.

Mas o que fez o presidente do Sport, Yuri Romão, através do departamento jurídico do clube?

Solicitou ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) o adiamento do julgamento da súmula do 1 a 1 com o Vasco, antes previsto para ontem (3).

E uso o “antes” porque o procurador do STJD, Ronaldo Piacente, também pediu o adiamento, e teve pedido acatado pela auditora Adriane Hassen.

Lembremos então do ocorrido:

O jogo do dia 16 de outubro, pela 35ª rodada da Série B, foi suspenso aos 48 minutos do segundo tempo pelo árbitro Raphael Claus.

Que o deu por encerrado 50 minutos depois por falta se segurança para prosseguir com a partida na Ilha do Retiro, por outras vezes interditada.

Quer saber o motivo da atitude do árbitro – relatada em súmula?

Após o atacante Raniel, do Vasco, empatar o jogo no minuto final, a torcida mandante estourou o portão atrás do gol defendido pelo Sport, e invadiu o campo.

O pretexto alegado é o de que fora ofendida pelo artilheiro adversário que pôs a mão no ouvido ao festejar o seu gol.

A súmula do árbitro relata agressão a jogadores visitantes e a profissionais que trabalhavam no socorro médico.

E ainda identifica cartola e atleta do Sport como agressores de um massagista do Vasco.

Ou seja: um relato completo do que fora captado pelas câmeras de TV, denunciando a barbárie que fez do espetáculo de futebol um circo dos horrores.

Distúrbio tipificado no Código Brasileiro de Justiça Desportiva – CBJD (artigos 205, 211 e 213), e no Regulamento Geral de Competições – RGC (artigos 19 e 20).

Portanto, o que se pretende com o adiamento é claramente atenuar a responsabilidade do Sport e manter o Ituano na disputa.

E para tanto Piacente, ex-advogado de clubes paulistas, pediu a inclusão do Vasco na pauta com base no artigo 257 que fala em “participar do tumulto”.

Independentemente do entendimento dos auditores no julgamento, o adiamento beneficia a todos os interessados e pune o Vasco.

Um absurdo que deveria estar sendo amplificado para evitar margens à interpretações perigosas.

Afinal, a Agência Sport Light mostrou em 2020 a ligação comercial entre a empresa que administra o Ituano e o diretor de futebol da CBF Juninho Paulista,

E isso é muito ruim – tremenda canelada do STJD.

O futebol brasileiro não irá a lugar nenhum enquanto legitimar o jogo rasteiro que se perpetua nas salas de seus tribunais esportivos.

Que se julgue o ocorrido e se puna sem medo de favorecer o outro lado – qualquer que seja ele.

A contemporização, nestes casos, é o véu que atenua a rigidez das regras e interfere na lisura do jogo…

Arivaldo Maia com texto de Gilmar Ferreira – Redação do EXTRA

Nelson Piquet será denunciado ao Ministério Público após sugerir morte de Lula
     │     5:00  │  0

Nelson PiquetNelson Piquet – (Foto: Fernanda Freixosa – Porsche GT3 Cup Challenge)

O ex-piloto de Fórmula-1 Nelson Piquet participou das manifestações golpistas que aconteceram ao longo desta quarta-feira, em diversos pontos do Brasil. Em um vídeo ao lado de um apoiador, ele defendeu a morte de Lula, que derrotou o seu candidato Jair Bolsonaro nas ruas.

Logo após o homem que aparece com ele no vídeo dizer “Deus acima de tudo, e o Brasil acima de todos”, Piquet afirmou “e Lula lá no cemitério”, completando com um xingamento ao candidato eleito, já divulgado pelo nosso Blog.

Piquet foi um dos maiores doadores da campanha de Jair Bolsonaro na tentativa frustrada de reeleição. O ex-piloto doou R$ 501 mil. Ele também deu R$ 200 mil ao PP, partido da coligação do presidente.

Após a veiculação do vídeo, o senador Humberto Costa (PT) informou que fará uma representação ao Ministério Público contra o ex-piloto. Segundo justificou o senador, “não podemos normalizar o ódio e a barbárie”.

Racismo

Piquet acumula episódios negativos ao longo deste ano. Em julho viralizou uma entrevista em que o ex-piloto é racista com Lewis Hamilton. Ele chamou o inglês de neguinho e se justificou alegando ser uma “expressão coloquial”.

Arivaldo Maia com Redação do EXTRA

 

 

Conheça Felipe Drugovich, brasileiro campeão do Campeonato de Fórmula 2
   12 de setembro de 2022   │     17:00  │  0

Natural de Maringá, Felipe Drugovich tem apenas 21 anos de idade e corre desde os 8Natural de Maringá, Felipe Drugovich tem apenas 21 anos de idade e corre desde os 8 – ( Foto: Reprodução/Instagram)

A corrida no Autódromo Nacional de Monza, na Itália, no último sábado, foi bastante emocionante, principalmente para Felipe Drugovich, que se sagrou campeão mundial de Fómula 2. Duas décadas depois, um piloto do Brasil conquistou as categorias de base do automobilismo — o último título foi conquistado por Bruno Junqueira, na extinta Fórmula 3000.

Na penúltima etapa da temporada, o brasileiro, que disputa a F2 pelo terceiro ano, chegou com nove pódios, cinco vitórias e quatro pole positions. E para conquistar o título, Felipe precisava ficar apenas uma posição atrás do seu concorrente Théo Pourchaire. No entanto, a corrida não começou do jeito que o maringaense queria, e logo na primeira volta o piloto tocou no carro de Amaury Cordee e abandonou a corrida.

Mas não estava tudo perdido, e para conquistar o campeonato, Drugo precisava que Pourchaire terminasse ao menos em sexto e sem o melhor tempo. E após 21 voltas, o piloto francês acabou a corrida em 17°, cedendo o título a Felipe Drugovich. Mas afinal, você conhece o brasileiro campeão da F2?

Arivaldo Maia com Redação do EXTRA

 

Nelson Piquet é denunciado por Ministério Público por falas racistas sobre Hamilton
   5 de julho de 2022   │     19:00  │  0

Piquet ex-piloto brasileiro

Além de falas racistas, ex-piloto ainda foi indiciado por fala homofóbica. (Foto: Vinicius Pereira/Folhapress)

 

Outra entrevista do brasileiro aconteceu em novembro do ano passado e além das falas racistas, ainda vazou um áudio do ex-piloto sendo homofóbico.

A polêmica entre o ex-piloto Nelson Piquet e o piloto de F1 ganhou mais um capítulo. Dessa vez o brasileiro se tornou alvo de uma denúncia junto ao Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios por chamar o britânico de “neguinho”.

A representação foi feita pela bancada do PSOL na Câmara dos Deputados, que acusa Piquet de praticar o crime de discriminação ou preconceito.

Em novembro do ano passado, o ex-piloto Nelson Piquet concedeu uma entrevista ao jornalista Ricardo Oliveira e na ocasião usou o termo considerado racista múltiplas vezes ao se referir a Hamilton.

Piquet chegou a se desculpar por meio de nota oficial após a repercussão negativa e uma resposta pública de Hamilton, que pediu que não fosse mais dado espaço a “velhas vozes”.

Na última sexta-feira (1º), porém, um trecho inédito divulgado pelo portal Grande Prêmio mostrou que o ex-piloto também fez uma fala homofóbica na ocasião, reacendendo as críticas.

“O neguinho [Hamilton] devia estar dando mais c*”, disse.

Arivaldo Maia com Redação do Goiânia, GO – Mais Goiás

Nelson Piquet será impedido de acessar o paddock da Fómula 1 após polêmica com Hamilton, diz jornalista
   2 de julho de 2022   │     5:00  │  0

Nelson Piquet chamou Lewis Hamilton de 'neguinho'; Fórmula 1 e Mercedes criticaram

Nelson Piquet chamou Lewis Hamilton de ‘neguinho’; Fórmula 1 e Mercedes criticaram – (Foto: Reprodução)

O ex-piloto Nelson Piquet tem sido alvo de críticas no meio do automobilismo desde que um vídeo seu usando um termo racista veio à tona. Nele, o brasileiro utiliza a palavra “neguinho” para se referir ao hemptacampeão de Fórmula 1 Lewis Hamilton. De acordo com a “BBC”, o ex-piloto já começou a sofrer as consequências do controvérsia.

Segundo informações do jornalista Andrew Benson, Piquet não poderá voltar ao paddock da categoria após a polêmica com Hamilton, que corre pela Mercedes.

Paddock é o local que abriga as equipes, veículos, oficiais de prova e convidados durante as corridas.

A Mercedes e a própria FIA se pronunciaram sobre o caso, repudiando a fala de Piquet. Hamilton também comentou o ocorrido, e o brasileiro emitiu comunicado pedindo ‘desculpas’ ao piloto.

Como piloto, Piquet foi brilhante no seu tempo; agora, é polêmico e intempestivo quando fala nas oportuniades que tem. Lamentável!

Arivaldo Maia e Redação do EXTRA