Atletas da Juventus serão denunciados por violar isolamento
   10 de outubro de 2020   │     16:00  │  0

Cristiano Ronaldo é um dos jogadores que devem ser multados

Cristiano Ronaldo é um dos jogadores que devem ser multados (Foto: ANSA)

 

As autoridades sanitárias do Piemonte, no norte da Itália, denunciarão jogadores da Juventus por violação do isolamento para se juntar às suas respectivas seleções.

A lista inclui o português Cristiano Ronaldo, o argentino Paulo Dybala, o brasileiro Danilo, o colombiano Juan Cuadrado e o uruguaio Rodrigo Bentancur. O italiano Gianluigi Buffon e o turco Merih Demiral também serão denunciados por terem voltado para casa.

“Foi o próprio clube que nos avisou que alguns jogadores deixaram o local de isolamento, então comunicaremos as autoridades competentes, isto é, o Ministério Público, sobre o ocorrido”, disse Roberto Testi, diretor do Departamento de Prevenção da Agência Sanitária Local (ASL) de Turim, órgão subordinado ao governo regional do Piemonte.

Os atletas podem ser multados em até 400 euros. O elenco está isolado no hotel da Juventus desde o último sábado (3), após a descoberta de dois casos do novo coronavírus entre funcionários.

Os jogadores convocados, no entanto, deixaram a concentração para se juntar às suas seleções para a data Fifa. O governo da Itália determina quarentena obrigatória de 14 dias para pessoas que tiveram “contato próximo” com casos confirmados de Covid-19.

Ainda assim, o protocolo da Série A e da Federação Italiana de Futebol (Figc), concordado com o próprio governo, permite a realização de partidas de equipes com casos de coronavírus, desde que os envolvidos testem negativo antes dos jogos.

Nesses casos, o elenco deve se manter em isolamento para evitar que um eventual foco de contágio se espalhe para fora do clube e precisa passar por exames constantes.

Essa não é a primeira vez que o protocolo da Série A entra em conflito com as normas das autoridades sanitárias. No último domingo (4), o Napoli foi proibido pela ASL de Nápoles de viajar a Turim para o clássico contra a Juventus, que, ainda assim, se apresentou em campo.

Após esperar o clube azzurro por 45 minutos, o juiz cancelou a partida, cujo resultado agora está “sub judice”. A Justiça Desportiva decidirá se remarca o jogo ou se dá a vitória por W.O. à Velha Senhora.

O Napoli foi impedido de viajar após a detecção de dois casos de coronavírus entre seus jogadores: o polonês Zielinski e o macedônio Elmas.

Blog com Terra Esportes